Aprenda a instalar/executar aplicativos e jogos do Windows no seu Debian e Ubuntu através do WineHQ, além da instalação do Winetricks e do Adobe Photoshop CC 2017.
Compartilhe nas redes sociais!

 O Wine / WineHQ é uma camada de compatibilidade gratuita e de código aberto capaz de executar aplicativos e jogos desenvolvidos para o Windows no Linux e em outros sistemas compatíveis com POSIX, como é o caso do FreeBSD e macOS.

 Em vez de simular a lógica interna do Windows como uma máquina virtual ou um emulador, o Wine (retro-acrônimo para Wine Is Not an Emulator) traduz as chamadas da API do Windows em chamadas POSIX durante a execução (on-the-fly), eliminando as penalidades de desempenho e memória de outros métodos, permitindo que você integre de uma forma quase que "nativa" os softwares do Windows no seu sistema.

 Para conhecer mais detalhes sobre o Wine, acesse a página oficial do projeto e o artigo sobre o mesmo na Wikipédia:


 Neste tutorial você vai aprender a instalar facilmente o Wine no seu Debian e Ubuntu através do repositório oficial, que, atualmente, possui três versões distintas. São elas:

  • Stable - Como o próprio nome sugere, esta é a versão estável do Wine (com ciclo de lançamento anual e atualizações menores a cada 10-12 semanas). Destina-se a usuários cujos aplicativos e jogos já funcionam bem no código existente e que não estão interessados em testar novas versões;

  • Development - Versão de desenvolvimento (e principal) do Wine, onde são adicionados novos recursos e os bugs são corrigidos. É recomendada para os usuários que querem (ou precisam) dos recursos mais recentes e correções de erros ainda não disponíveis na versão estável;

  • Staging - Esta é a versão de desenvolvimento onde são testados centenas de recursos e patches experimentais que ainda não estão prontos para serem adicionados na versão principal (Development), voltada principalmente para usuários de aplicativos e/ou jogos afetados por bugs e também aos interessados em ajudar a testar patches experimentais.

 Tanto a versão Development quanto a Staging tem um cronograma de lançamento quinzenal.

  Dica testada no Debian 9.2 "Stretch" e Ubuntu 16.04.3 LTS "Xenial Xerus", ambos de 64 bits.
 É possível executar uma grande variedade de aplicativos do Windows (como o Microsoft Office 2010), mas não todos. Confira a lista oficial dos aplicativos compatíveis com o Wine acessando este link aqui.

  Instalando o WineHQ no Debian e Ubuntu

 O Wine está presente nos repositórios das principais distribuições Linux atuais, porém, as versões disponíveis no repositórios do Debian e do Ubuntu nem sempre são as mais recentes (para não dizer antiga). Por esse motivo, recomendo que instale o Wine a partir do seu repositório oficial, pois assim você sempre terá a versão mais nova do Wine e a "garantia" de maior compatibilidade com os aplicativos do Windows.

 Abra um terminal e logue-se como Root:


  No Debian:

su -
  No Ubuntu:

sudo su


 Remova a versão do Wine disponibilizada pela sua distribuição (caso tenha instalado):

apt-get remove wine

 Execute o comando abaixo para atualizar a lista de repositórios e atualizar o seu sistema:

apt-get update && apt-get upgrade

  Concluída a atualização, recomendo que reinicie o seu computador antes de continuar seguindo este tutorial, ok?!

 Supondo que você tenha reiniciado o seu computador, abra novamente o terminal, logue-se como Root adicione a arquitetura 32 bits no sistema:

dpkg --add-architecture i386

 Instale o pacote "apt-transport-https" (que permite o acesso a repositórios HTTPS na sources.list):

apt-get install apt-transport-https

 E adicione o repositório do Wine, de acordo com o a sua distribuição:


  Se utiliza Debian, execute:

echo "deb https://dl.winehq.org/wine-builds/debian/ DISTRO main" >> /etc/apt/sources.list.d/winehq.list

  Substitua o "DISTRO", no comando acima, pelo codename da sua versão do Debian (wheezy, jessie, stretch, buster ou sid).
 No caso do Debian Stretch, o comando acima ficaria assim:

echo "deb https://dl.winehq.org/wine-builds/debian/ stretch main" >> /etc/apt/sources.list.d/winehq.list


  Se utiliza o Ubuntu, execute:

apt-add-repository https://dl.winehq.org/wine-builds/ubuntu/


 Na sequência, baixe e importe a chave de assinatura do repositório com:

cd /tmp && wget -nc https://dl.winehq.org/wine-builds/Release.key && apt-key add Release.key

 E por último, execute um dos comandos abaixo para instalar a sua versão preferida do Wine:


  Para instalar o Wine Stable:

apt-get install --install-recommends winehq-stable


  Para instalar o Wine Development:

apt-get install --install-recommends winehq-devel


  Para instalar o Wine Staging:

apt-get install --install-recommends winehq-staging

  Concluída a instalação do Wine, pressione Ctrl + D para sair do usuário Root no terminal ou execute o comando exit, ok?!





  Executando aplicativos do Windows no Linux pelo Wine

 Como dito anteriormente, nem todos os aplicativos disponíveis para Windows irão funcionar no Wine. Para descobrir se os apps que deseja utilizar são compatíveis, basta acessar o link abaixo:

  Wine Application Database (AppDB)

Wine Application Database (AppDB) - Página inicial

 A lista é mantida por usuários da comunidade e os aplicativos testados são classificados da seguinte maneira:

  • Platinum - Os aplicativos classificados como "Platinum" funcionam perfeitamente (ou até melhor) que no Windows, sem a necessidade de soluções alternativas;
  • Gold - Estes aplicativos funcionam bem (ou melhor) que no Windows, mas com soluções alternativas;
  • Silver - Os aplicativos funcionam perfeitamente para uso "normal", mas possuem problemas para os quais não existem soluções alternativas;
  • Bronze - Os aplicativos até funcionam, mas com vários problemas;
  • Garbage - Essa classificação é dada aos aplicativos que possuem problemas graves que afetam completamente a usabilidade dos mesmos.

 Mas antes de executar os seus aplicativos, abra um terminal e rode o comando abaixo (como usuário "comum") para iniciar a configuração do Wine:

winecfg

 Caso esta seja a primeira vez que instala o Wine, será criado uma pasta oculta na sua pasta de usuário (.wine) e, dentro desta, a unidade C do Windows.

 Após, você deverá aceitar a instalação de alguns componentes do Wine (como o Wine Mono e o Wine Gecko), basta apenas clicar em "Instalar":

Instalação do Wine Gecko e Wine Mono

 Será exibido o utilitário de Configuração do Wine, onde você poderá definir qual a versão do Windows que será utilizada para executar os aplicativos (o padrão é Windows 7), ajustar o dispositivo de saída de áudio, adicionar ou remover bibliotecas do sistema, dentre outras opções:

Utilitário de Configuração do WineHQ

 Tudo pronto, agora é só abrir o gerenciador de arquivos do seu sistema (Nautilus, Dolphin, Thunar, etc.), acessar a pasta onde está o executável/instalador do seu aplicativo, clicar com o botão direito do mouse sobre o mesmo e selecionar a opção "Abrir com o Carregador de aplicativos Wine".

Utilitário de Configuração do WineHQ
  FIQUE ATENTO - Antes de executar e/ou instalar qualquer aplicativo pelo Wine, verifique se ele já foi testado por algum usuário no Banco de Dados do Wine (AppDB) e confira, nos resultados dos testes (Test Results) os possíveis problemas e quais as dependências devem ser instaladas para que consiga instalar e executar com sucesso o mesmo.

 Uma outra maneira de executar os seus aplicativos é através do terminal, basta "entrar" na pasta onde o aplicativo está (por exemplo, em "Downloads"):

cd $HOME/Downloads

 E após, execute-os com o comando:

wine nome-do-executavel.exe
  Substitua "nome-do-executavel.exe", no comando acima, pelo nome correto do seu aplicativo, ok?!

 O Wine também possui uma ferramenta gráfica de instalação e remoção de aplicativos, o "Adicionar/Remover Programas". Para iniciá-lo, execute:

wine uninstaller

 Caso queira remover qualquer programa já instalado no Wine, selecione-o na lista apresentada e clique no botão "Remover"; já para instalar qualquer programa, clique (obviamente) no botão "Instalar", em destaque na imagem abaixo:


 Faça uma busca pelo instalador e clique em "Abrir" para executá-lo:



  Instalando o Winetricks no Debian e no Ubuntu

 O Winetricks é um script que auxilia no download e instalação de várias bibliotecas de tempo de execução redistribuíveis necessárias para executar alguns programas no Wine, que podem substituir (ou não) os componentes fornecidos com o Wine por bibliotecas com código fonte fechado. Ele também está disponível nos repositórios do Debian e Ubuntu, mas, assim como o Wine, recomendo fortemente que utilize a versão mais recente no seu sistema.

 Antes de começar, instale algumas dependências necessárias:

apt-get install cabextract unzip p7zip wget zenity

 Concluído a instalação das dependências, faça o download da versão mais recente do Winetricks:

wget https://raw.githubusercontent.com/Winetricks/winetricks/master/src/winetricks

 Torne o script executável com:

chmod +x winetricks

 Mova-o para a pasta "/usr/local/bin":

mv winetricks /usr/local/bin

 Saia do usuário Root pressionando Ctrl + D ou com o comando:

exit

 E execute o Winetricks com:

winetricks

 Será exibido a janela de diálogo do Winetricks com várias opções, como a de abrir o menu de ajuda, de instalação de alguns aplicativos e jogos mais populares. Neste momento, selecione a opção "Select the default wineprefix" e clique em "OK":



 Você será questionado se deseja compartilhar estatísticas anônimas de uso com os desenvolvedores do Winetricks, basta apenas clicar em "Yes" (para aceitar) ou em "No" (para negar):



 Na janela seguinte serão exibidas mais algumas opções, como a de instalação de fontes, bibliotecas (DLLs) e outros componentes do Windows:



 Uma das opções que você provavelmente fará mais uso é a ferramenta de Instalação e Remoção de programas do Wine, basta apenas selecionar a opção "Run uninstaller" e clique em "OK":




Instalando o Adobe Photoshop CC 2017 no Debian e no Ubuntu (DICA)

 O Adobe Photoshop é um dos softwares de edição e criação de imagens mais conhecidos e utilizados atualmente. O fato do Photoshop contar apenas com versões para Windows e macOS é um dos motivos para que muitos usuários do editor e amantes do Linux terem que fazer dual boot nos seus computadores.

 Apesar disso, é possível instalar alguns dos aplicativos da Adobe (incluindo o Photoshop, principalmente as versões mais "antigas") no Linux pelo Wine (ôh novidade), e é isso que você vai aprender logo abaixo, mais especificamente o Photoshop CC 2017 de 32 bits (que possui a classificação "Bronze" no Wine AppDB).

 Antes de começar, é necessário instalar os seguintes pacotes com o auxílio do Winetricks (nas seções "Install a Windows DLL or component" e "Install a font"):

  • allfonts;
  • atmlib;
  • gdiplus;
  • msxml3;
  • msxml6;
  • vcrun2008;
  • vcrun2010;
  • vcrun2012;
  • vcrun2013.




 Ou através do terminal com um único comando (como usuário "comum"):

winetricks allfonts atmlib gdiplus msxml3 msxml6 vcrun2008 vcrun2010 vcrun2012 vcrun2013

 Assim como no Windows, serão exibidas algumas janelas de confirmação, onde você deverá aceitar os termos de uso antes de clicar em "Install", como é o caso do Microsoft Visual C++ 2012 Redistributable na imagem abaixo:

Instalador do Microsoft Visual C++ 2012 Redistributable

 Concluída a instalação dos componentes (e supondo que você já tenha o instalador de 32 bits do Adobe Photoshop CC 2017 em "mãos", do contrário, faça o download neste link aqui), abra o "Adicionar/Remover Programas" do Wine pelo Winetricks ou com o comando abaixo:

wine uninstaller

 Clique em "Instalar", selecione o executável do Photoshop e clique em "Abrir":


 Será exibido o instalador do Adobe Photoshop CC 2017, entre com sua Adobe ID para continuar:

Instalador do Adobe Photoshop CC 2017

 E aguarde enquanto é feita a instalação, o que não deve demorar muito:

Aguarde enquanto o Photoshop é instalado

 Após, o instalador será fechado automaticamente e não será criado um lançador do Photoshop no menu de aplicativos. Para resolver esse problema, abra o Winetricks, selecione a opção "Browse files" (veja este exemplo), acesse a pasta drive_c >> Program Files (x86) >> Adobe >> Adobe Photoshop CC 2017 (32 Bit) e clique duas vezes no executável Photoshop.exe:

Clique no executável do Photoshop

 Será exibido uma janela de diálogo informando que esta é uma versão de avaliação, clique no botão "Iniciar versão de avaliação" (ou em "Licenciar esse software", caso tenha comprado ou queira comprar a licença do mesmo):

Lembre-se que o Photoshop é um software proprietário e pago, você deve comprar uma licença para utilizá-lo

 Tudo pronto, Photoshop CC 2017 (de 32 bits) instalado com sucesso e "funcionando"!

Adobe Photoshop CC 2017 executando no Debian 9.2 Stretch



  Atualizando o Wine e o Winetricks

 Como você adicionou o repositório do Wine, as atualizações do mesmo virão juntamente com as atualizações do seu sistema, basta apenas executar o comando (como root):

apt-get update && apt-get upgrade

 Já em relação ao Winetricks, será necessário rodar o comando abaixo de tempos em tempos (ou toda vez antes de executá-lo) para atualizá-lo:

winetricks --self-update

Atualizando o Winetricks manualmente

 Fácil, não?!


  E como faço para desinstalar o Wine?

 Não quer mais utilizar o Wine e deseja removê-lo do seu sistema? Então abra um terminal e logue-se como Root:


  No Debian:

su -
  No Ubuntu:

sudo su


 E execute um dos comandos abaixo, de acordo com a versão do Wine instalada:


  Para desinstalar o Wine Stable:

apt-get remove winehq-stable


  Para desinstalar o Wine Development:

apt-get remove winehq-devel


  Para desinstalar o Wine Staging:

apt-get remove winehq-staging


 Para remover o repositório do Wine (opcional), basta executar:


  No Debian:

rm /etc/apt/sources.list.d/winehq.list


  No Ubuntu:

apt-add-repository -r https://dl.winehq.org/wine-builds/ubuntu/

  Lembre-se de sair do usuário Root no terminal pressionando Ctrl + D ou executando o comando exit, ok?!


 Então é isso, espero que este tutorial tenha sido útil para você! Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial, basta deixar o seu comentário logo abaixo, ou se preferir, entre em contato conosco!

 Muito obrigado pela visita e até o próximo tutorial!


Referências:

Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.




  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: