Maio 2016
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
http://www.bandshed.net/avlinux/

 Já está disponível a versão 2016 do AV Linux, confira algumas novidades e faça já o download!

 No dia 23 de março de 2016 foi anunciado a mais nova versão do AV Linux, uma distro focada na produção de áudio e vídeo profissional. O AV Linux traz uma grande coleção de softwares, dentre alguns deles estão o Cinelerra, HandBrake, Kdenlive, Ardour, Audacity e Hydrogen, além de programas de "uso diário", como por exemplo a Suíte LibreOffice, o Google Chrome, Mozilla Firefox, GIMP e muitos outros.

Confira também:

  AV Linux, a distro ideal para projetos de áudio e vídeo - Blog Opção Linux

###

Atenção!

 >> Já está disponível a versão 2016.8.30 do AV Linux, você encontra detalhes dessa nova versão e os links para download da mesma acessando:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/09/av-linux-2016-8-30-disponivel-para-download.html

###






 Dentre as novidades desta nova versão do AV Linux 2016 é a base do sistema, que é o Debian Testing, criada com o auxílio do Remastersys. E a partir de agora, também dá suporte a arquitetura 64 bits (diferente do AV Linux 6.0.4 e anteriores, que só havia uma versão de 32 bits com Kernel PAE disponível).

AV Linux 2016 Desktop

 Uma outra novidade é a integração com os repositórios do KXStudio, uma outra distribuição Linux também focada na produção de áudio e vídeo profissional, com isso quem já usa ou usou o KXStudio encontrará os mesmos programas também no AV Linux, seja com os aplicativos pré instalados ou disponíveis para instalação. Fique por dentro de todos os detalhes desta versão do AV Linux através do site oficial www.bandshed.net/avlinux.

Download do AV Linux


 Faça já o download do AV Linux!

###

Atenção!

 >> Já está disponível a versão 2016.8.30 do AV Linux, você encontra detalhes dessa nova versão e os links para download da mesma acessando:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/09/av-linux-2016-8-30-disponivel-para-download.html

###

Será necessário inserir um usuário e senha predefinidos para utilizar as ISO's do AV Linux 2016, seja para fazer a instalação ou usá-la em modo live.


AV Linux 2016 32 bits - Kernel PAE (3,4GB)

Nome de usuário (login): isotester
Senha: avl32

Download por torrent (recomendado):

www.mymusicexchange.us/avlinux/index.php?page=torrent-details&id=7f74720b73bcf8617605d9eba6bf8818fa18646c

Download direto:

Link 1 >> download.linuxaudio.org/avlinux/isotester-avl32-2016.3.11.iso

Link 2 >> mirror.bytemark.co.uk/avlinux/isotester-avl32-2016.3.11.iso

Link 3 >> bandshed.net/test/iso/isotester-avl32-2016.3.11.iso

Checksum (MD5): bandshed.net/test/iso/isotester-avl32-2016.3.11.iso.md5


AV Linux 2016 64 bits (3,5GB)

Nome de usuário (login): isotester
Senha: avl64

Download por torrent (recomendado):

www.mymusicexchange.us/avlinux/index.php?page=torrent-details&id=5befaf03060394a510775a8c04905074c32aa661

Download direto:

Link 1 >> download.linuxaudio.org/avlinux/isotester-avl64-2016.3.11.iso

Link 2 >> mirror.bytemark.co.uk/avlinux/isotester-avl64-2016.3.11.iso

Link 3 >> bandshed.net/test/iso/isotester-avl64-2016.3.11.iso

Checksum (MD5): bandshed.net/test/iso/isotester-avl64-2016.3.11.iso.md5


 O manual do usuário do AV Linux 2016 contém informações acerca da instalação e o uso do mesmo, acesse-o através do link:

bandshed.net/pdf/AVL2016.3UserManual.pdf

 Abaixo estão mais alguns screenshots do AV Linux:

OpenShot e Kdenlive no AV Linux 2016

Ardour 4.7.0 no AV Linux 2016


Abraços e até a próxima!


Referências:


http://www.bandshed.net/avlinux/

Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Intel Graphics Installer no Fedora 23

Veja como instalar os drivers gráficos mais recentes para placas Intel no Fedora com o Intel Graphics Installer for Linux.

O Intel Graphics Installer for Linux é um utilitário gráfico para você que deseja instalar facilmente a versão mais recente dos drivers gráficos para sua placa de vídeo Intel no Fedora. Esse aplicativo adiciona o repositório oficial da Intel no sistema, com isso você sempre terá as últimas versões dos drivers Intel instalados.
Segundo informado no site da Intel, os drivers gráficos disponibilizados pelo projeto Intel Linux Graphics são suportados pelos seguintes chipsets Intel:

Ivybridge       Intel® HD Graphics 2500/4000 (used in 3rd Generation Intel® Core™ i7/i5/i3 processor family)
Sandybridge     Intel® HD Graphics 2000/3000 (used in 2nd Generation Intel® Core™ i7/i5/i3 processor family)
Ironlake        Intel® HD Graphics (used in Intel® 2010 Core™ i7/i5/i3 processor family)
GMA3150         Intel® Graphics Media Accelerator 3150 (used in Intel® Atom™ processor N450/D410/D450 family)
G45             Intel® G45 Express Chipset
Q45             Intel® Q45 Express Chipset
G43             Intel® G43 Express Chipset
Q43             Intel® Q43 Express Chipset
B43             Intel® B43 Express Chipset
G41             Intel® G41 Express Chipset
GM45            Mobile Intel® GM45/GS45/GL40 Express Chipset
G35             Intel® G35 Express Chipset
Q35             Intel® Q35 Express Chipset
Q33             Intel® Q33 Express Chipset
G33             Intel® G33/G31 Express Chipset
965GM           Mobile Intel® GM965 Express Chipset
965G            G965 Integrated Graphics Controller
965Q            Q963/Q965 Integrated Graphics Controller
946GZ           946GZ/GL Integrated Graphics Controller
945G            945G Integrated Graphics Controller
945GM           Mobile 945GM/GMS/940GML Express Integrated Graphics Controller
915G            82915G/GV/910GL Express Chipset Family Graphics Controller
915GM           Mobile 915GM/GMS/910GML Express Graphics Controller
865G            82865G Integrated Graphics Controller
855GM           82852/855GM Integrated Graphics Device
845G            82845G/GL[Brookdale-G]/GE Chipset Integrated Graphics Device
i830M           82830 Chipset Graphics Controller
815             82815 Chipset Graphics Controller
810             82810 Chipset Graphics Controller
810-DC100       82810-M DC-100 System and Graphics Controller

Para conhecer mais sobre o projeto acesse:

  https://01.org/linuxgraphics/about

Vamos à instalação!

* Testado no Fedora 23 Workstation com o ambiente GNOME e a versão 1.4.0 do Intel Graphics Installer for Linux.

 Você está usando o Fedora 24? Então siga este tutorial do link abaixo:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/09/intel-graphics-update-tool-for-linux-no-fedora-24-workstation.html

Primeiro, atualize o sistema, abra um terminal e digite:

sudo dnf update

Após, reinicie o sistema e continue a instalação.






Ainda no terminal, entre na pasta "Downloads" para baixar os arquivos necessários, tecle:

cd /home/$USER/Downloads

Instale a chave de assinatura da Intel:

wget --no-check-certificate https://download.01.org/gfx/RPM-GPG-KEY-ilg-3 && sudo rpm --import RPM-GPG-KEY-ilg-3

Baixe e instale o Intel Linux Graphics:

Para o Fedora 32 bits:

wget https://download.01.org/gfx/fedora/23/i686/intel-linux-graphics-installer-1.4.0-23.intel20161.i686.rpm && sudo dnf install intel-linux-graphics-installer-*.i686.rpm

Para o Fedora 64 bits:

wget https://download.01.org/gfx/fedora/23/x86_64/intel-linux-graphics-installer-1.4.0-23.intel20161.x86_64.rpm && sudo dnf install intel-linux-graphics-installer-*.x86_64.rpm

Após a instalação, basta executar o utilitário procurando pelo atalho criado no menu de aplicativos ou através do terminal:

sudo intel-linux-graphics-installer

Esta é a tela inicial do software, clique em Begin para iniciar o processo:

Intel Graphics Installer for Linux

O Intel Linux Graphics Installer vai procurar pelos drivers de vídeo mais recentes, logo após, clique em Install:

Intel Graphics Installer for Linux procurando por atualizações

E aguarde o processo de instalação (que é bem rápido):

Instalando as atualizações dos drivers Intel

Clique em Close para concluir o processo de atualização; para saber quais mudanças foram feitas no sistema, clique em Report:

Drivers Intel instalados com sucesso!

No meu caso foram 4 pacotes adicionados e 3 atualizados:

Mudanças feitas no sistema

Ao clicar em Close você será questionado se deseja reiniciar o computador para aplicar as alterações, para isso, salve todos os seus trabalhos e clique em Yes, caso queira reiniciar depois basta clicar em No (obviamente):

Reiniciar o sistema para concluir as alterações

É isso! Até o próximo tutorial!


Referências:


https://01.org/linuxgraphics/downloads/intel-graphics-installer-linux-1.4.0

https://ask.fedoraproject.org/en/question/24736/how-to-install-intel-linux-graphics-drivers-using-the-official-installer/



Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Instalando o VirtualBox no Ubuntu 14.04 e 16.04 LTS

Aprenda, neste tutorial, a instalar a versão mais recente do Oracle VirtualBox no Ubuntu 14.04 LTS (Trusty Tahr), Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus) e em versões posteriores.

 O Oracle VM VirtualBox é um software de virtualização de código aberto e multiplataforma, disponível tanto para Linux como Solaris, Mac OS X e Windows. Com ele é possível virtualizar diversos sistemas operacionais, dentre eles os sistemas Unix-like, como o FreeBSD, a lista completa dos sistemas operacionais suportados você pode conferir neste link.
 Para saber mais sobre o VirtualBox e todos os seus recursos acesse:

  https://www.virtualbox.org/

 Vamos então à instalação do Oracle VirtualBox no Ubuntu!

Tutorial testado no Ubuntu 14.04.4 LTS e no Ubuntu 16.04 LTS.

Instalando o Oracle VM VirtualBox no Ubuntu

 A primeira coisa a fazer é atualizar o sistema, abra um terminal e digite:

sudo apt-get update && sudo apt-get upgrade

Após concluir a atualização do sistema, você deve reiniciar o seu computador e continuar com o processo de instalação abaixo, do contrário, uma das etapas de instalação poderá falhar, ok?!

 Supondo que você tenha reiniciado o seu computador, adicione o repositório do VirtualBox e a chave pública da Oracle:

- No Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver):

sudo sh -c 'echo "deb [arch=amd64] http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian bionic contrib" >> /etc/apt/sources.list.d/virtualbox.list'

wget -q https://www.virtualbox.org/download/oracle_vbox_2016.asc -O- | sudo apt-key add -


- No Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus):

sudo sh -c 'echo "deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian xenial contrib" >> /etc/apt/sources.list.d/virtualbox.list'

wget -q https://www.virtualbox.org/download/oracle_vbox_2016.asc -O- | sudo apt-key add -


- No Ubuntu 14.04 LTS (Trusty Tahr):

sudo sh -c 'echo "deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian trusty contrib" >> /etc/apt/sources.list.d/virtualbox.list'

wget -q https://www.virtualbox.org/download/oracle_vbox.asc -O- | sudo apt-key add -

   ATENÇÃO   

Para instalar o Oracle VM VirtualBox nas versões posteriores ao Ubuntu 16.04 LTS, basta trocar o "xenial", do comando acima, pela primeira palavra do codinome da versão (em minúsculo).

 Caso queira instalar o VirtualBox no Ubuntu 17.04 (codinome Zesty Zapus), por exemplo, o comando para adicionar o repositório ficaria desta forma:

sudo sh -c 'echo "deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian zesty contrib" >> /etc/apt/sources.list.d/virtualbox.list'

 Logo após, adicione a chave de assinatura do repositório executando:

wget -q https://www.virtualbox.org/download/oracle_vbox_2016.asc -O- | sudo apt-key add -

 Feito isso, execute normalmente os passos a seguir, ok?! :)


 Após, atualize a lista de repositórios:

sudo apt-get update

 Instale as dependências necessárias:

sudo apt-get install dkms build-essential linux-headers-$(uname -r)

 E em seguida, a versão mais recente do Oracle VirtualBox com:

sudo apt-get install VirtualBox-5.2

 Caso queira instalar a versão mais "antiga" do VirtualBox (a 5.1.x), execute:

sudo apt-get install VirtualBox-5.1


 Instale também o "Extension Pack", para poder utilizar dispositivos USB nas suas máquinas virtuais. Acesse o link a seguir e faça o download do mesmo:

  https://www.virtualbox.org/wiki/Downloads

 No local indicado na imagem abaixo:

VirtualBox - Downloads

  Fique atento: Sempre baixe a versão do Extension Pack referente à versão do VirtualBox que instalou. O link para download das versões anteriores à 5.1 fica logo abaixo do local indicado na imagem acima.

 Após baixar, instale-o clicando duas vezes sobre o mesmo ou através do terminal com o comando:

VBoxManage extpack install --replace /onde/está/o/pacote/Oracle_VM_VirtualBox_Extension_Pack.vbox-extpack

 No meu caso, como o Extension Pack está na minha pasta "Downloads", o comando ficou desta forma:

VBoxManage extpack install --replace /home/sandro/Downloads/Oracle_VM_VirtualBox_Extension_Pack-*.vbox-extpack


 Feito isso, reinicie mais uma vez o seu computador (necessário para usar algum dispositivo USB nas máquinas virtuais) e comece a usar o Oracle VM VirtualBox no seu Ubuntu!

Oracle VirtualBox versão 5.0.20 executando no Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus)


E como faço para remover o VirtualBox do Ubuntu?

 Para desinstalar o Oracle VirtualBox também é simples, basta abrir um terminal e executar:

sudo apt-get remove VirtualBox-5.1

 Se instalou a versão mais antiga (5.0), execute:

sudo apt-get remove VirtualBox-5.0

 Caso também queira remover o repositório do VirtualBox do sistema, basta executar:

sudo rm /etc/apt/sources.list.d/virtualbox.list


 Então é isso! Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial, basta deixar o seu comentário logo abaixo, ou se preferir, entre em contato conosco!

 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook! :)

 Muito obrigado pela visita e até o próximo tutorial!


Referências:

Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Dicas de pós-instalação do Ubuntu 16.04 LTS

Confira, neste tutorial, algumas dicas do que fazer após instalar o Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus).

 Na semana passada mostramos como instalar passo a passo o Ubuntu 16.04 LTS, que é bem fácil, agora vamos fazer alguns "ajustes" no sistema e instalar programas populares, como o Google Chrome, VLC, Skype, o Oracle VM VirtualBox e outros, vamos lá?!