Fevereiro 2017
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Lançamento do livro "Criando projetos com Arduino para a Internet das Coisas", da Novatec Editora

 A Novatec Editora lançou o o livro "Criando projetos com Arduino para a Internet das Coisas", que ensina a construir dispositivos com Arduino para o uso cotidiano e então conectá-los à internet.
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Fazendo Backup rapidinho de seus Confs em GNU/Linux

 Haverá ocasiões em que você precisará fazer cópia de segurança dos seus confs, ou seja, dos .ini, .conf, fstab, arquivos de configuração de repositórios de pacotes da sua distribuição GNU-Linux. Nestas horas, dispor de uma rotina de backup é super conveniente. Poupa tempo e não precisamos ficar lembrando os arquivos de que devem ser salvos; e, caso necessário, basta adicionar à lista de backup, na própria rotina abaixo, o que deve passar a ser salvo, além, claro, dos que já figuram lá. Como está, a rotina detecta o tipo de distribuição da máquina, dividindo-as em dois grupos: RedHat ou Debian, ou seja, permite que salvemos seletivamente os arquivos destas duas principais famílias e também um conjunto de arquivos independentemente da família da distro, como os .rules, .ini e os .conf.

#!/bin/bash
March=`echo $MACHTYPE | cut -c8-13`
Mdia=`date +%Y%m%d`
arq=$HOSTNAME.confs.$Mdia.zip
com1="locate"
com2="zip"
para="-r -9 -@"
echo -e "\a\033[01;34mSalvando Dados no Arquivo\033[01;31m $arq \a\033[01;00mcom Arquitetura \033[01;31m$March\033[01;00m"
# localiza e salva os .conf e os .ini, etc
$com1 .conf | grep /etc/ | $com2 $arq $para >> $arq.log
$com1 .ini | grep /etc/ | $com2 $arq $para >> $arq.log
$com1 .rules | grep /etc/ | $com2 $arq $para >> $arq.log
$com1 .sh | grep ".sh$" | grep /home/morvan | $com2 $para $arq >> $arq.log
$com1 /etc/{fstab,default/grub,hostname} | $com2 $para $arq >> $arq.log
if [ $March != "redhat" ] ; then # Salva Dados de Debian Like
 $com1 /etc/apt/sources.list | $com2 $para $arq >> $arq.log
else # salva dados a la RH
 $com1 /etc/yum.repos.d/* | $com2 $para $arq >> $arq.log
fi
exit

Download 'bkpconfs.sh'

 Para utilizar esta rotina, basta selecionar o texto, copiar e colar, salvar, claro, tornando-a executável:

chmod +x bkpconfs.sh

 E um lembrete: tente rodar como Root ou com uso do sudo, para prevenir que alguns arquivos não sejam salvos justo por problema de permissão. Se você vir, no Console, mensagem de permissão, é porque algum arquivo não pôde ser acessado. Poder-se-ia suprimi-la(s), mas é melhor que ecoe(m), para nos deixar cientes. Então, sudo nele. Bom proveito.



 Esta dica é de autoria do nosso colaborador +Morvan e foi publicada originalmente em seu blog:

  https://morvlab.wordpress.com/2016/11/14/fazendo-backup-rapidinho-de-seus-confs-em-gnu-linux/

 Para mais dicas, acesse:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/search/label/Morvan?max-results=6


 Tem alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial? Então deixe o seu comentário logo abaixo (utilizando o Disqus, sua conta do Google/Blogger ou o sistema de comentários do Facebook)!

 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do Blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook! :)


    E você, gostaria de compartilhar alguma dica aqui no Blog Opção Linux? Então entre em contato conosco!
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Intel Graphics Update Tool no Ubuntu 16.10 "Yakkety Yak"

 Veja como instalar os drivers gráficos mais recentes para placas Intel no Ubuntu 16.10 "Yakkety Yak" com o Intel Graphics Update Tool for Linux.

 O Intel Graphics Update Tool for Linux é um utilitário gráfico para você que deseja instalar facilmente a versão mais recente dos drivers gráficos para sua placa de vídeo Intel no Fedora e no Ubuntu. Esse aplicativo adiciona o repositório oficial da Intel no sistema, com isso você sempre terá as últimas versões dos drivers Intel instalados.
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Como ativar o Menu Global no KDE Plasma 5.9

 A poucos dias atrás, mais precisamente em 31 de janeiro de 2017, foi anunciado a mais recente versão do ambiente de área de trabalho KDE, o Plasma 5.9, versão esta que trouxe várias novidades, uma delas é um recurso que já estava presente no KDE 4 e que, devido a vários pedidos dos usuários, está de volta no KDE Plasma 5.9, os Menus Globais!
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Como remover um repositório PPA do Ubuntu e sistemas derivados

Aprenda, nesta dica, a remover ou desativar um repositório PPA no Ubuntu, Linux Mint e em outras distribuições derivadas.

 Nos repositórios oficiais do Ubuntu podemos encontrar a grande maioria dos aplicativos disponíveis para Linux, com isso, basta apenas um simples comando no terminal ou pesquisa na Central de Programas para instalar o programa desejado. Todos os pacotes contidos neles foram testados pela Canonical antes de serem disponibilizados para os usuários, o que garante a estabilidade e segurança do sistema.
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
MEGAsync Client no openSUSE e no Fedora

Aprenda, nesta dica rápida, a instalar o MEGA Sync Client no openSUSE Leap, openSUSE Tumbleweed e no Fedora Workstation.

 O MEGA é um serviço de armazenamento e hospedagem de arquivos em nuvem fundado por Kim Dotcom (o mesmo criador do "falecido" Megaupload), que oferece criptografia de ponta a ponta, tanto no envio quanto no download dos arquivos e 50 GB de espaço gratuitamente (uma das principais vantagens em relação a outros serviços de armazenamento).
 Diferente do Google Drive, o MEGA dispõe de um aplicativo para Linux que faz o sincronismo automático entre os arquivos armazenados no seu computador e os que estão armazenados nos servidores do mesmo, que é o MEGA Sync Client (também disponível para Windows, Mac e dispositivos móveis, como o Android, iOS e Windows Phone). Se você é usuário do serviço, utiliza o openSUSE ou o Fedora mas ainda não instalou o MEGA Sync, nesta dica você vai aprender a instalar o cliente oficial do MEGA no seu computador via repositório.