Outubro 2017
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Guia de instalação do Ubuntu 17.10 Artful Aardvark

Neste tutorial você vai aprender a instalar facilmente o Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark) no seu computador, seja em dual boot ou em instalação única.

 A Canonical disponibilizou no último dia 20 de outubro de 2017 o Ubuntu 17.10 (codinome "Artful Aardvark"), versão esta que tem como base o Linux Kernel 4.13 e traz o GNOME Shell 3.26 como ambiente de área de trabalho principal (substituindo o Unity desktop), além de utilizar o Wayland como servidor gráfico padrão. Para conferir mais detalhes sobre o Ubuntu Artful Aardvark, acesse os links abaixo:


 Sem mais delongas, vamos ao tutorial de instalação do Ubuntu 17.10!

Utilizamos a ISO de 64 bits do Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark) com o desktop GNOME neste tutorial, além do Oracle VM VirtualBox na versão 5.2.0 para esta instalação, onde já estava instalado o Windows 10 Pro (com o recurso EFI habilitado nas configurações) num disco rígido "virtual" de 50GB e 2 GB de memória RAM. Apesar disso, os procedimentos abaixo podem ser executados em computadores com ou sem UEFI e fazendo ou não dual boot.

Os principais tópicos deste tutorial:


Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Dicas do que fazer após instalar o Ubuntu 17.10 "Artful Aardvark"

Confira, neste tutorial, algumas dicas do que fazer após instalar o Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark).

 Foi lançado ontem, dia 19 de outubro 2017, a versão final do Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark), que trouxe várias novidades e mudanças importantes em relação às versões anteriores, uma delas é a adoção do GNOME como o ambiente de área de trabalho padrão, substituindo o antigo Xorg, conforme informamos no nosso último post. E como de costume, preparamos um tutorial com algumas dicas do que fazer após instalar o Ubuntu 17.10, dentre elas está a instalação de codecs multimídia e de como deixar o Ubuntu totalmente em português. Você também vai aprender a instalar softwares como o VLC Media Player, o Dropbox, VirtualBox, VMware Player, o OpenJDK e muito mais! Vamos lá então?!

Tutorial testado no Ubuntu 17.10 'Artful Aardvark' (64 bits), com ambiente de área de trabalho GNOME 3.26.

Os principais tópicos deste tutorial:

Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Parceria entre a SUSE e a Lenovo

 A Lenovo, multinacional chinesa de tecnologia, alterou seus ambientes SAP que funcionavam com sistema UNIX e passou a adotar a tecnologia da SUSE, empresa pioneira em soluções enterprise de código aberto. Esta alteração rendeu à companhia a redução de custos globais e dos workloads em 50%, diminuição de meses de trabalho por ano, com a melhoria da performance utilizando SUSE Linux Enterprise Server 4 SAP Applications, único Linux otimizado para ambientes SAP, além do aumento do suporte global através da utilização de uma plataforma empresarial purpose-built.

 Além da adoção bem-sucedida do SUSE for SAP pela Lenovo, as companhias mantêm uma aliança muito forte para ofertas em conjunto, parceria que vem crescendo em ritmo acelerado. Os negócios realizados por SUSE e Lenovo cresceram 25% no primeiro trimestre de 2017 em relação ao ano passado. Ao investir nas ofertas em conjunto com a SUSE, a Lenovo agregou mais valor às suas soluções para ambientes de missão crítica de seus clientes, por exemplo com o SUSE Enterprise Storage (Software-defined Storage), SUSE High Availability (Alta disponibilidade) e SUSE Live Patching (correção para o Kernel Linux sem reboot), pois no mundo dos negócios nenhuma empresa quer pagar pelo tempo em que seus sistemas ficam inativos ou tenha perda de dados.


"Acreditamos que essa parceria trará muitos benefícios, pois o futuro das empresas certamente passará por uma adoção maior das inovações em infraestrutura de TI baseadas em ambientes SAP e, é neste cenário que pretendemos solidificar a nossa parceria com a Lenovo", afirma Sergio Toshio, VP e General Manager da SUSE na América Latina.


 A partir dessa parceria, a Lenovo pretende tornar-se um parceiro ainda mais confiável para os seus clientes em Datacenter e conta com a SUSE em um papel importante e estratégico para a melhoria com soluções inovadoras, neste momento de transformação digital.

 Marco Giordano, líder de Serviços da Lenovo Global no Brasil, está confiante nos resultados dessa união: "Essa parceria propicia uma excelente alternativa para nossos clientes para superar seus desafios de transformação digital. Servidores e Serviços Lenovo combinados com com as soluções de infraestrutura Open Source da SUSE, oferecem soluções confiáveis, de alto desempenho e interoperabilidade para a ambientes enterprise".

Sobre a empresa

 A SUSE, pioneira em software open source, fornece soluções confiáveis e interoperáveis de Linux, infraestrutura de nuvem e armazenamento que dão às empresas maior controle e flexibilidade. Com mais de 20 anos de excelência em engenharia, um serviço excepcional e um ecossistema de parceiros sem igual, a SUSE fornece produtos e suporte que ajudam os clientes a gerenciar a complexidade, reduzir custos e fornecer serviços essenciais com confiança. Os relacionamentos duradouros que a companhia construiu permitem adaptar e entregar a inovação mais inteligente que os clientes precisam para ter sucesso hoje e amanhã. Para obter mais informações, visite www.suse.com.
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Lançado o Ubuntu 17.10 Artful Aardvark, confira as novidades!

Já está disponível o Ubuntu 17.10 "Artful Aardvark", confira algumas das novidades presentes nesta mais nova versão e faça já o download!

 Foi disponibilizado hoje, dia 19 de outubro de 2017 (após quase seis meses em desenvolvimento), a versão final do Ubuntu 17.10 (codinome "Artful Aardvark") que conta com aproximadamente 9 meses de suporte (até julho de 2018).

 Essa nova versão do Ubuntu tem como base o Linux Kernel 4.13 e traz várias mudanças significativas em relação às versões anteriores. A maior delas, é, sem dúvidas, a adoção do GNOME Shell (mais precisamente a versão 3.26) como o ambiente de área de trabalho padrão ao invés do Unity (que era o desktop padrão desde o Ubuntu 10.10, lançado a pouco mais de 7 anos atrás). É claro que essa mudança não agradou a todos, porém, a Canonical fez várias modificações no GNOME para se aproximar ao máximo à experiência proporcionada pelo Unity. Você pode conferir as principais novidades do GNOME 3.26 acessando este link.

 O Ubuntu 17.10 também utiliza o servidor gráfico Wayland por padrão (assim como nas versões mais recentes do Fedora Workstation). Apesar disso, ainda é possível utilizar o antigo servidor gráfico caso tenha problemas ao executar alguns aplicativos (por exemplo), basta apenas selecionar a opção "Ubuntu on Xorg" na tela de login (que agora é o GDM, substituindo o antigo gerenciador de login do Ubuntu, o LightDM).

Wallpaper padrão do Ubuntu 17.10 "Artful Aardvark"
Wallpaper padrão do Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark)
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Como instalar manualmente o Firefox no openSUSE e no Fedora

Você vai aprender, nesta dica, a instalar manualmente as principais versões do Firefox no openSUSE e no Fedora Workstation.

 O Mozilla Firefox (ou simplesmente Firefox) é um navegador de código aberto desenvolvido pela Mozilla Foundation, disponível para Linux, Windows, macOS e dispositivos móveis (Android e iOS); ele utiliza o motor de renderização Gecko (exceto a versão para iOS) e tem foco na velocidade de navegação, e, principalmente, na segurança e privacidade na internet. É também um dos navegadores mais utilizados atualmente, ficando atrás apenas do Google Chrome entre os usuários de desktops, segundo dados do site StatCounter.

 Uma das vantagens do Firefox é de ser, sem dúvida, um navegador altamente personalizável. Além das milhares de extensões disponíveis que adicionam novas funcionalidades ao navegador, é possível mudar o visual do mesmo com temas e também reorganizar, da maneira que achar melhor, praticamente todos os elementos da janela, como, por exemplo, as barras de endereço/pesquisa e os botões de navegação (avançar, voltar, etc.).

Navegador Mozilla Firefox no Linux

 O Firefox possui uma série de recursos projetados para melhorar a segurança, como um bloqueador de pop-ups integrado e a proteção contra phishing e malware, que bloqueia o carregamento de páginas relatadas como falsas e o download de arquivos e/ou softwares maliciosos.
 E para quem utiliza o navegador da Mozilla em vários dispositivos, há também o Firefox Sync, que é uma maneira fácil e segura de sincronizar todo o seu histórico de navegação, os seus favoritos, senhas salvas, extensões e as abas abertas entre todos. Confira essas e outras funcionalidades do Firefox acessando o site oficial:

  www.mozilla.org/pt-BR/firefox


 No tutorial a seguir mostro como instalar manualmente o Firefox estável, que está presente nos repositórios oficiais da maioria das distribuições Linux, e também as outras 3 versões principais, que são:

  • Firefox Beta - Como o próprio nome diz, esta é a versão de pré-lançamento do Firefox, que traz uma prévia dos novos recursos e funcionalidades que serão adicionadas em breve na versão estável;
  • Firefox Developer - Possui todos os novos recursos presentes na versão Beta e também várias ferramentas voltadas para os desenvolvedores web, como a de criação e design em CSS Grid;
  • Firefox Nightly - Esta é a versão de testes do Firefox, onde são adicionados novos recursos e funcionalidades que serão implementados nas versões Beta, Developer e estável. Ideal para quem deseja acompanhar e ajudar no desenvolvimento do mesmo.

 O processo de instalação é praticamente o mesmo para todas as versões, apenas alguns detalhes como a criação da pasta, dos links simbólicos e dos atalhos que são diferentes. Vamos lá então?!

  Tutorial testado nas versões de 64 bits do Fedora 26 Workstation, openSUSE Leap 42.3 e openSUSE Tumbleweed.
Sua fonte de informação sobre Linux, com notícias, tutoriais e dicas de fácil entendimento para usuários do openSUSE, Fedora, Debian e Ubuntu!
Lançado o KDE Plasma 5.11, confira as novidades!

 Após pouco mais de 4 meses em desenvolvimento, a equipe do Projeto KDE anunciou hoje, dia 10 de outubro de 2017, a mais recente versão estável do ambiente de área de trabalho KDE, o Plasma 5.11, que está recheada de novos recursos e funcionalidades.

 Entre os destaques está o novo design do aplicativo de Configurações do Sistema (System Settings) que teve a interface totalmente remodelada, tornando-o mais amigável e permitindo o acesso mais fácil às opções de ajustes. Apesar disso, ainda é possível retornar ao modo de exibição "antigo".