Aprenda, neste tutorial, a gravar uma imagem ISO num CD ou DVD no Windows utilizando a ferramenta nativa do mesmo.

 Muitas pessoas hoje em dia ainda utilizam CDs e DVDs para ouvir suas músicas, assistir filmes, armazenar os seus dados pessoais e etc, mesmo com a popularidade das mídias de armazenamento portáteis, como é o caso do pen drive. Eu mesmo sou um que ainda utilizo DVDs para guardar as minhas músicas e também para instalar algum sistema operacional no meu computador.

 Uma imagem ISO nada mais é do que um arquivo que contém uma cópia exata de um disco óptico (CD, DVD ou BD (Blu-ray Disc)) com a extensão .iso. Vários sistemas operacionais, como o Linux, são distribuídos em imagens ISOs, possibilitando ao usuário que baixar a ISO gravá-la, por exemplo, num DVD e testar/instalar o seu sistema operacional preferido.
 Neste tutorial você vai aprender a gravar qualquer arquivo ISO num CD ou DVD sem a necessidade de instalar programas adicionais no Windows.

 Vamos ao que interessa!

* O procedimento abaixo funciona nas versões mais recentes do Windows (Windows 7, Windows 8/8.1 e Windows 10).

 Mas antes de começar, recomendo que verifique se a sua ISO não está corrompida, veja como fazer isso acessando:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/p/verificar-md5-sha-no-windows.html


 Insira um CD ou DVD virgem (de boa qualidade) na sua unidade óptica (vai depender do tamanho da ISO que irá gravar), feito isso, abra o Windows Explorer e navegue até a pasta onde está a imagem ISO que irá utilizar, clique com o botão direito do mouse sobre a mesma e selecione a opção "Gravar imagem do disco" (no caso, utilizando a ISO do Ubuntu 16.04 LTS):


 Caso tenha mais de uma unidade óptica, selecione a que irá utilizar no local destacado na imagem abaixo. Clique em "Gravar" para iniciar o processo:


 Agora é só aguardar o término da operação, o que pode demorar um pouco mais do que o normal caso tenha marcado a opção "Verificar disco após gravar":


 Se tudo ocorrer bem, aparecerá um aviso de que a imagem ISO foi gravada com êxito e o seu disco será ejetado em seguida:


 Muito simples, não?! Espero que este tutorial tenha sido útil para você!

 Tem alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial? Então entre em contato conosco!

 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook, aproveite que essas opções ainda são gratuitas! :)

 Obrigado pela visita e até o próximo tutorial!

5 Comentários:

  1. Usei o seu tutorial, e consegui o resultado desejado. Parabéns e obrigado. Marilucio

    ResponderExcluir
  2. Animal dos inferno, você só não disse de onde surgiu esse arquivo .isso, você só explicou o café com leite de sempre, que qualquer idiota sabe fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disgraçado , esse aquivo eles baixaram , voce mesmo usa o arquivo que tiver ai nesse cu relaxado seu , filho de puta

      Excluir
    2. Mas tu é burro heim. Hahahahahaha

      Excluir
  3. Obrigado, estava procurando programas pra essa finalidade e não sabia que havia embutido no próprio sistema, o windows colaborando pra ser substituído hahaha.

    ResponderExcluir