Aprenda a instalar manualmente o Oracle Java JDK no seu Debian e sistemas derivados.
Como instalar o Oracle JDK no Debian

Confira, neste tutorial, o passo a passo de instalação (manual) da versão mais recente do Oracle Java Development Kit (JDK) no Debian e distribuições derivadas.

 Java é uma linguagem de programação multiplataforma orientada a objetos, desenvolvida na década de 90 por James Gosling, na Sun Microsystems (adquirida pela Oracle em 2009).
 Diferente das linguagens de programação convencionais (que são compiladas para código nativo), a linguagem Java é compilada para um bytecode que é executado por uma máquina virtual. A linguagem de programação Java é a linguagem convencional da Plataforma Java, mas não é a sua única linguagem.

 Assim como as principais distribuições Linux, o Debian disponibiliza nos repositórios oficiais o OpenJDK, que é um Java Development Kit de código aberto totalmente baseado em software livre, incluindo também um plugin para navegadores, o IcedTea Web. O OpenJDK atende às necessidades da maioria dos usuários, porém, há momentos que se faz necessário a utilização do Java da Oracle.

 O Oracle Java Development Kit (JDK) é um ambiente de desenvolvimento para a construção de aplicações, applets e componentes utilizando a linguagem de programação Java. O JDK inclui o Java Runtime Environment, o compilador Java e as APIs Java.

 Caso queira utilizar o Oracle JDK (proprietário) no seu Debian, basta seguir o passo a passo de instalação do mesmo logo abaixo, utilizando o pacote tar.gz.

 Saiba mais sobre o Java acessando o site oficial:

  https://www.java.com/pt_BR/about/
  https://www.java.com/pt_BR/download/faq/develop.xml
  Tutorial testado no Debian 9 Stretch e Debian 8.8 Jessie, ambos de 64 bits.
  Tecle uname -m no terminal para verificar se o seu sistema é de 64 bits (x86_64) ou 32 bits (i686), ok?!

 Chega de enrolação e vamos à instalação do JDK!

Instalando a versão mais recente do Oracle JDK no Debian


 Mesmo que você queira instalar e utilizar o Oracle JDK no seu Debian, recomendo que NÃO REMOVA o OpenJDK do sistema (que provavelmente já está instalado), evitando assim problemas de dependências de pacotes.
 O único pacote que você deverá remover do sistema antes de instalar o JDK é o plugin IcedTea Web, do contrário, uma das etapas abaixo irá falhar. Para removê-lo, basta abrir um terminal e executar (como root):

apt-get remove icedtea-*-plugin

 Feito isso, acesse o link abaixo e faça o download da última versão do Oracle JDK:

  http://www.oracle.com/technetwork/java/javase/downloads/jdk8-downloads-2133151.html

 Clique em "Accept License Agreement" (Aceitar o Contrato de Licença) e após, faça o download do pacote jdk-[versão]-linux-x64.tar.gz (caso o seu Debian é de 64 bits) ou o pacote jdk-[versão]-linux-i586.tar.gz (para o Debian de 32 bits), conforme mostrado na imagem abaixo:

Página de download do Oracle Java SE Development Kit (JDK)


 Após baixar o Oracle JDK, abra um terminal e acesse a pasta onde está o mesmo; por exemplo, caso ele esteja na pasta "Downloads", basta digitar (como usuário "comum"):

cd /home/$USER/Downloads

 Em seguida, extraia-o com o comando:

tar xvzf jdk-*.tar.gz

 Renomeie a pasta que resultou da extração para "jdk-oracle" (para facilitar os passos seguintes):

mv jdk*/ jdk-oracle

 Logue-se como root:

su

 E copie a pasta criada para o diretório "/usr/lib/jvm" (dica do nosso leitor Luiz L. Marins), removendo a mesma (da sua pasta "Downloads") em seguida:

cp -rp jdk-oracle /usr/lib/jvm && rm -r jdk-oracle/

 Feito isso, informe ao sistema onde o Oracle Java está localizado com os comandos abaixo (um por vez):

update-alternatives --install "/usr/bin/java" "java" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/java" 1
update-alternatives --install "/usr/bin/javac" "javac" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javac" 1
update-alternatives --install "/usr/bin/jar" "jar" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/jar" 1
update-alternatives --install "/usr/bin/javaws" "javaws" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javaws" 1

 E defina-o como padrão executando os comandos (um por vez):

update-alternatives --set java /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/java
update-alternatives --set javac /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javac
update-alternatives --set jar /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/jar
update-alternatives --set javaws /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javaws


      ---   DICA   ---      

Caso queira, poderá utilizar os comandos (como root):

update-alternatives --config java
update-alternatives --config javac
update-alternatives --config jar
update-alternatives --config javaws

Para definir manualmente os principais componentes do Java a serem utilizados no sistema (por exemplo, alternar entre o Java proprietário e o OpenJDK), basta informar o número correspondente à versão desejada e pressionar Enter, ok?!


 Configure também as variáveis do ambiente (a nível global) editando o arquivo /etc/profile. Para isso, você poderá utilizar qualquer editor de textos "puro" em modo gráfico, como o Gedit, Pluma, Kwrite e Leafpad, ou pelo terminal, utilizando o Vim ou o nano.
 Para essa simples edição, vou utilizar o nano, caso também queira usá-lo, instale-o no seu Debian executando o comando abaixo no terminal:

apt-get install nano

 Com o nano instalado, execute:

nano /etc/profile

 Pressione a tecla direcional para baixo para chegar ao FINAL DO ARQUIVO e em seguida, adicione o conteúdo abaixo no mesmo:

JAVA_HOME=/usr/lib/jvm/jdk-oracle
PATH=$PATH:$HOME/bin:$JAVA_HOME/bin
export JAVA_HOME
export PATH

 Veja como ficou o meu arquivo "profile" após a edição:

Arquivo /etc/profile editado com as variáveis do ambiente

 Tecle Ctrl + o para salvar o arquivo, pressione Enter para confirmar e Ctrl + x para sair do editor nano.
 Saia também do modo root teclando Ctrl + d e após, execute o comando:

su -c 'source /etc/profile'

 Para que as alterações tenham efeito imediatamente ou, se preferir, reinicie o seu computador.

 Por último, verifique se o Java foi instalado corretamente, execute:

java -version

 E se seguiu corretamente os passos acima, a saída será semelhante a esta abaixo:

### Verificando versão do Java ###
sandro@Debian-9-PC:~$ java -version
java version "1.8.0_131"
Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.8.0_131-b11)
Java HotSpot(TM) 64-Bit Server VM (build 25.131-b11, mixed mode)
sandro@Debian-9-PC:~$







Habilitando o plugin Java no Mozilla Firefox


      ---   ATENÇÃO   ---      

Procedimento válido apenas para o Mozilla Firefox 52 ESR e versões anteriores, utilizando o Oracle JDK 8, já que o plugin para navegadores não estará disponível no Oracle Java 9 e o suporte a plugins NPAPI (como o Java) foi removido no Firefox 52 e versões posteriores.
  O plugin do Oracle Java, por algum motivo desconhecido, não funciona no Debian 9 "Stretch" (surge uma mensagem de erro informando que "o plugin Java travou"). Se você usa essa versão do Debian, os passos abaixo não vão funcionar.

 Se necessário, execute os comandos abaixo para instalar e definir como padrão o plugin Java para navegadores, de acordo com a arquitetura do seu Debian:

  Se o seu sistema for de 64 bits, instale-o executando:

update-alternatives --install "/usr/lib/mozilla/plugins/libjavaplugin.so" "javaplugin" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/amd64/libnpjp2.so" 1

 E defina-o como padrão com:

update-alternatives --set javaplugin /usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/amd64/libnpjp2.so


  Já se for de 32 bits, instale o plugin Java com:

update-alternatives --install "/usr/lib/mozilla/plugins/libjavaplugin.so" "javaplugin" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/i386/libnpjp2.so" 1

 E defina-o como padrão:

update-alternatives --set javaplugin /usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/i386/libnpjp2.so

      ---   DICA   ---      

Se não tivesse desinstalado o plugin IcedTea Web do sistema (como foi pedido acima), você poderia utilizar o comando abaixo (como root):

update-alternatives --config javaplugin

Para definir manualmente a versão do plugin Java a ser utilizada no navegador (alternando entre o plugin Java da Oracle e o plugin do OpenJDK), com isso, bastaria informar o número correspondente à versão desejada e pressionar Enter, ok?!


 Tecle Ctrl + d para sair do modo root e em seguida, abra o Mozilla Firefox e acesse o link abaixo para verificar se o Java foi instalado corretamente:

  https://www.java.com/pt_BR/download/installed8.jsp?detect=jre

  Clique no botão "Verificar versão do Java", como indicado pela seta do mouse na imagem abaixo:

Verificar a versão do Java instalada

  Na tela seguinte, clique em "Ativar o Java"; após, provavelmente irá aparecer uma janela de diálogo pedindo sua autorização para executar o Java, clique em "Permitir agora", conforme mostra a imagem abaixo:

Permita a execução do plugin clicando em "Permitir agora"

 E em seguida, clique em "Executar":

Na janela de diálogo, clique em "Executar"

 Tudo pronto! Se você seguiu corretamente os passos acima, aparecerá uma tela semelhante a da imagem abaixo, indicando que o Java está ativo no Firefox!

O plugin Java foi instalado com sucesso!


Criando um atalho para o Java Control Panel


 Vamos agora criar um atalho para o Painel de Controle do Java, copie e cole o conteúdo abaixo no terminal e pressione Enter em seguida:

tee /usr/share/applications/java-control.desktop <<ATALHO
[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Name=Java
Comment=Java Control Panel
Exec=sh '/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/jcontrol'
Icon=/usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/desktop/icons/hicolor/48x48/apps/sun-jcontrol.png
Terminal=false
Type=Application
Categories=Application;Settings;Java;X-Red-Hat-Base;X-Ximian-Settings;
ATALHO

 Feito isso, tecle Ctrl + d para sair do modo root e após, procure pelo atalho "Java" criado anteriormente no menu de aplicativos para abrir o Java Control Panel:

Painel de Controle do Java


Atualizando o Oracle JDK no Debian


 Para atualizar o JDK é bem simples, primeiro, baixe a versão mais recente do Oracle JDK (de acordo com a arquitetura do seu sistema) em:

  http://www.oracle.com/technetwork/java/javase/downloads/jdk8-downloads-2133151.html

 Depois, abra o terminal e remova a versão antiga do sistema executando:

rm -rf /usr/lib/jvm/jdk-oracle/

 E repita os passos (como dito anteriormente):

cd /home/$USER/Downloads
* Entre na pasta onde baixou o pacote, no caso, a pasta "Downloads";

tar xvzf jdk-*.tar.gz
* Extraia o pacote;

mv jdk*/ jdk-oracle
* Renomeie a pasta;

su
* Logue-se como root;

cp -rp jdk-oracle /usr/lib/jvm && rm -r jdk-oracle/
* Copie a pasta "jdk-oracle" para o diretório "/usr/lib/jvm", removendo a mesma (da sua pasta "Downloads") em seguida.

 E só! Lembre de teclar Ctrl + d para sair do modo root, ok?! :)


Removendo o Oracle JDK do sistema


 Caso queira desinstalar o Oracle JDK do sistema, basta logar-se como root:

su

 E executar os comandos abaixo:


 - Removendo o JDK e seus principais componentes do sistema (um comando por vez):

update-alternatives --remove java /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/java
update-alternatives --remove javac /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javac
update-alternatives --remove jar /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/jar
update-alternatives --remove javaws /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javaws

 - Remova as variáveis do ambiente que havia adicionado no arquivo /etc/profile, tecle:

nano /etc/profile

 E atenção, APAGUE APENAS estas linhas que estão no final do mesmo:

JAVA_HOME=/usr/lib/jvm/jdk-oracle
PATH=$PATH:$HOME/bin:$JAVA_HOME/bin
export JAVA_HOME
export PATH

 Salve o arquivo teclando Ctrl + o, pressione Enter para confirmar e tecle Ctrl + x para sair.


 - Removendo o plugin Java (caso tenha instalado):

  Se utiliza o Debian de 64 bits:

update-alternatives --remove javaplugin /usr/lib/jvm/jdk-oracle/lib/amd64/libnpjp2.so

  Se utiliza o Debian de 32 bits:

update-alternatives --remove javaplugin /usr/lib/jvm/jdk-oracle/lib/i386/libnpjp2.so


 - Removendo o atalho criado para o Painel de Controle Java:

rm -rf /usr/share/applications/java-control.desktop


 - Por último, remova a pasta onde o mesmo está instalado:

rm -rf /usr/lib/jvm/jdk-oracle/

 E saia do root pressionando Ctrl + d, ok?!


 Espero que este tutorial seja útil para você! Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou crítica, basta deixar o seu comentário logo abaixo (utilizando o Disqus, sua conta do Google/Blogger ou o sistema de comentários do Facebook), ou se preferir, entre em contato conosco!

 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do Blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook! :)

 Muito obrigado pela sua visita e até o próximo tutorial!


Referências:

Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.



  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: