Aprenda a instalar manualmente o Oracle Java JDK no seu Debian e sistemas derivados.
Como instalar o Oracle JDK no Debian

Confira, neste tutorial, o passo a passo de instalação (manual) da versão mais recente do Oracle Java Development Kit (JDK) no Debian e distribuições derivadas.

 Java é uma linguagem de programação multiplataforma orientada a objetos, desenvolvida na década de 90 por James Gosling, na Sun Microsystems (adquirida pela Oracle em 2009).
 Diferente das linguagens de programação convencionais (que são compiladas para código nativo), a linguagem Java é compilada para um bytecode que é executado por uma máquina virtual. A linguagem de programação Java é a linguagem convencional da Plataforma Java, mas não é a sua única linguagem.

 Assim como as principais distribuições Linux, o Debian disponibiliza nos repositórios oficiais o OpenJDK, que é um Java Development Kit de código aberto totalmente baseado em software livre, incluindo também um plugin para navegadores, o IcedTea Web. O OpenJDK atende às necessidades da maioria dos usuários, porém, há momentos que se faz necessário a utilização do Java da Oracle.

 O Oracle Java Development Kit (JDK) é um ambiente de desenvolvimento para a construção de aplicações, applets e componentes utilizando a linguagem de programação Java. O JDK inclui o Java Runtime Environment, o compilador Java e as APIs Java.

 Caso queira utilizar o Oracle JDK (proprietário) no seu Debian, basta seguir o passo a passo de instalação do mesmo logo abaixo, utilizando o pacote tar.gz.

 Saiba mais sobre o Java acessando o site oficial:

  https://www.java.com/pt_BR/about/
  https://www.java.com/pt_BR/download/faq/develop.xml
  Tutorial testado no Debian 9 Stretch e Debian 8.8 Jessie, ambos de 64 bits.
  Tecle uname -m no terminal para verificar se o seu sistema é de 64 bits (x86_64) ou 32 bits (i686), ok?!

 Chega de enrolação e vamos à instalação do JDK!

Instalando a versão mais recente do Oracle JDK no Debian


 Mesmo que você queira instalar e utilizar o Oracle JDK no seu Debian, recomendo que NÃO REMOVA o OpenJDK do sistema (que provavelmente já está instalado), evitando assim problemas de dependências de pacotes.
 O único pacote que você deverá remover do sistema antes de instalar o JDK é o plugin IcedTea Web, do contrário, uma das etapas abaixo irá falhar. Para removê-lo, basta abrir um terminal e executar (como root):

apt-get remove icedtea-*-plugin

 Feito isso, acesse o link abaixo e faça o download da última versão do Oracle JDK:

  http://www.oracle.com/technetwork/java/javase/downloads/jdk8-downloads-2133151.html

 Clique em "Accept License Agreement" (Aceitar o Contrato de Licença) e após, faça o download do pacote jdk-[versão]-linux-x64.tar.gz (caso o seu Debian é de 64 bits) ou o pacote jdk-[versão]-linux-i586.tar.gz (para o Debian de 32 bits), conforme mostrado na imagem abaixo:

Página de download do Oracle Java SE Development Kit (JDK)


 Após baixar o Oracle JDK, abra um terminal e acesse a pasta onde está o mesmo; por exemplo, caso ele esteja na pasta "Downloads", basta digitar (como usuário "comum"):

cd /home/$USER/Downloads

 Em seguida, extraia-o com o comando:

tar xvzf jdk-*.tar.gz

 Renomeie a pasta que resultou da extração para "jdk-oracle" (para facilitar os passos seguintes):

mv jdk*/ jdk-oracle

 Logue-se como root:

su

 E copie a pasta criada para o diretório "/usr/lib/jvm" (dica do nosso leitor Luiz L. Marins), removendo a mesma (da sua pasta "Downloads") em seguida:

cp -rp jdk-oracle /usr/lib/jvm && rm -r jdk-oracle/

 Feito isso, informe ao sistema onde o Oracle Java está localizado com os comandos abaixo (um por vez):

update-alternatives --install "/usr/bin/java" "java" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/java" 1
update-alternatives --install "/usr/bin/javac" "javac" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javac" 1
update-alternatives --install "/usr/bin/jar" "jar" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/jar" 1
update-alternatives --install "/usr/bin/javaws" "javaws" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javaws" 1

 E defina-o como padrão executando os comandos (um por vez):

update-alternatives --set java /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/java
update-alternatives --set javac /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javac
update-alternatives --set jar /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/jar
update-alternatives --set javaws /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javaws


      ---   DICA   ---      

Caso queira, poderá utilizar os comandos (como root):

update-alternatives --config java
update-alternatives --config javac
update-alternatives --config jar
update-alternatives --config javaws

Para definir manualmente os principais componentes do Java a serem utilizados no sistema (por exemplo, alternar entre o Java proprietário e o OpenJDK), basta informar o número correspondente à versão desejada e pressionar Enter, ok?!


 Configure também as variáveis do ambiente (a nível global) editando o arquivo /etc/profile. Para isso, você poderá utilizar qualquer editor de textos "puro" em modo gráfico, como o Gedit, Pluma, Kwrite e Leafpad, ou pelo terminal, utilizando o Vim ou o nano.
 Para essa simples edição, vou utilizar o nano, caso também queira usá-lo, instale-o no seu Debian executando o comando abaixo no terminal:

apt-get install nano

 Com o nano instalado, execute:

nano /etc/profile

 Pressione a tecla direcional para baixo para chegar ao FINAL DO ARQUIVO e em seguida, adicione o conteúdo abaixo no mesmo:

JAVA_HOME=/usr/lib/jvm/jdk-oracle
PATH=$PATH:$HOME/bin:$JAVA_HOME/bin
export JAVA_HOME
export PATH

 Veja como ficou o meu arquivo "profile" após a edição:

Arquivo /etc/profile editado com as variáveis do ambiente

 Tecle Ctrl + o para salvar o arquivo, pressione Enter para confirmar e Ctrl + x para sair do editor nano.
 Saia também do modo root teclando Ctrl + d e após, execute o comando:

su -c 'source /etc/profile'

 Para que as alterações tenham efeito imediatamente ou, se preferir, reinicie o seu computador.

 Por último, verifique se o Java foi instalado corretamente, execute:

java -version

 E se seguiu corretamente os passos acima, a saída será semelhante a esta abaixo:

### Verificando versão do Java ###
sandro@Debian-9-PC:~$ java -version
java version "1.8.0_131"
Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.8.0_131-b11)
Java HotSpot(TM) 64-Bit Server VM (build 25.131-b11, mixed mode)
sandro@Debian-9-PC:~$







Habilitando o plugin Java no Mozilla Firefox


      ---   ATENÇÃO   ---      

Procedimento válido apenas para o Mozilla Firefox 52 ESR e versões anteriores, utilizando o Oracle JDK 8, já que o plugin para navegadores não estará disponível no Oracle Java 9 e o suporte a plugins NPAPI (como o Java) foi removido no Firefox 52 e versões posteriores.

 Se necessário, execute os comandos abaixo para instalar e definir como padrão o plugin Java para navegadores, de acordo com a arquitetura do seu Debian:

  Se o seu sistema for de 64 bits, instale-o executando:

update-alternatives --install "/usr/lib/mozilla/plugins/libjavaplugin.so" "javaplugin" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/amd64/libnpjp2.so" 1

 E defina-o como padrão com:

update-alternatives --set javaplugin /usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/amd64/libnpjp2.so


  Já se for de 32 bits, instale o plugin Java com:

update-alternatives --install "/usr/lib/mozilla/plugins/libjavaplugin.so" "javaplugin" "/usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/i386/libnpjp2.so" 1

 E defina-o como padrão:

update-alternatives --set javaplugin /usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/i386/libnpjp2.so

      ---   DICA   ---      

Se não tivesse desinstalado o plugin IcedTea Web do sistema (como foi pedido acima), você poderia utilizar o comando abaixo (como root):

update-alternatives --config javaplugin

Para definir manualmente a versão do plugin Java a ser utilizada no navegador (alternando entre o plugin Java da Oracle e o plugin do OpenJDK), com isso, bastaria informar o número correspondente à versão desejada e pressionar Enter, ok?!


 Tecle Ctrl + d para sair do modo root e em seguida, abra o Mozilla Firefox e acesse o link abaixo para verificar se o Java foi instalado corretamente:

  https://www.java.com/pt_BR/download/installed8.jsp?detect=jre

  Clique no botão "Verificar versão do Java", como indicado pela seta do mouse na imagem abaixo:

Verificar a versão do Java instalada

  Na tela seguinte, clique em "Ativar o Java"; após, provavelmente irá aparecer uma janela de diálogo pedindo sua autorização para executar o Java, clique em "Permitir agora", conforme mostra a imagem abaixo:

Permita a execução do plugin clicando em "Permitir agora"

 E em seguida, clique em "Executar":

Na janela de diálogo, clique em "Executar"

 Tudo pronto! Se você seguiu corretamente os passos acima, aparecerá uma tela semelhante a da imagem abaixo, indicando que o Java está ativo no Firefox!

O plugin Java foi instalado com sucesso!


Criando um atalho para o Java Control Panel


 Vamos agora criar um atalho para o Painel de Controle do Java, copie e cole o conteúdo abaixo no terminal e pressione Enter em seguida:

tee /usr/share/applications/java-control.desktop <<ATALHO
[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Name=Java
Comment=Java Control Panel
Exec=sh '/usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/jcontrol'
Icon=/usr/lib/jvm/jdk-oracle/jre/lib/desktop/icons/hicolor/48x48/apps/sun-jcontrol.png
Terminal=false
Type=Application
Categories=Application;Settings;Java;X-Red-Hat-Base;X-Ximian-Settings;
ATALHO

 Feito isso, tecle Ctrl + d para sair do modo root e após, procure pelo atalho "Java" criado anteriormente no menu de aplicativos para abrir o Java Control Panel:

Painel de Controle do Java


Atualizando o Oracle JDK no Debian


 Para atualizar o JDK é bem simples, primeiro, baixe a versão mais recente do Oracle JDK (de acordo com a arquitetura do seu sistema) em:

  http://www.oracle.com/technetwork/java/javase/downloads/jdk8-downloads-2133151.html

 Depois, abra o terminal e remova a versão antiga do sistema executando:

rm -rf /usr/lib/jvm/jdk-oracle/

 E repita os passos (como dito anteriormente):

cd /home/$USER/Downloads
* Entre na pasta onde baixou o pacote, no caso, a pasta "Downloads";

tar xvzf jdk-*.tar.gz
* Extraia o pacote;

mv jdk*/ jdk-oracle
* Renomeie a pasta;

su
* Logue-se como root;

cp -rp jdk-oracle /usr/lib/jvm && rm -r jdk-oracle/
* Copie a pasta "jdk-oracle" para o diretório "/usr/lib/jvm", removendo a mesma (da sua pasta "Downloads") em seguida.

 E só! Lembre de teclar Ctrl + d para sair do modo root, ok?! :)


Removendo o Oracle JDK do sistema


 Caso queira desinstalar o Oracle JDK do sistema, basta logar-se como root:

su

 E executar os comandos abaixo:


 - Removendo o JDK e seus principais componentes do sistema (um comando por vez):

update-alternatives --remove java /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/java
update-alternatives --remove javac /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javac
update-alternatives --remove jar /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/jar
update-alternatives --remove javaws /usr/lib/jvm/jdk-oracle/bin/javaws

 - Remova as variáveis do ambiente que havia adicionado no arquivo /etc/profile, tecle:

nano /etc/profile

 E atenção, APAGUE APENAS estas linhas que estão no final do mesmo:

JAVA_HOME=/usr/lib/jvm/jdk-oracle
PATH=$PATH:$HOME/bin:$JAVA_HOME/bin
export JAVA_HOME
export PATH

 Salve o arquivo teclando Ctrl + o, pressione Enter para confirmar e tecle Ctrl + x para sair.


 - Removendo o plugin Java (caso tenha instalado):

  Se utiliza o Debian de 64 bits:

update-alternatives --remove javaplugin /usr/lib/jvm/jdk-oracle/lib/amd64/libnpjp2.so

  Se utiliza o Debian de 32 bits:

update-alternatives --remove javaplugin /usr/lib/jvm/jdk-oracle/lib/i386/libnpjp2.so


 - Removendo o atalho criado para o Painel de Controle Java:

rm -rf /usr/share/applications/java-control.desktop


 - Por último, remova a pasta onde o mesmo está instalado:

rm -rf /usr/lib/jvm/jdk-oracle/

 E saia do root pressionando Ctrl + d, ok?!


 Espero que este tutorial seja útil para você! Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou crítica, basta deixar o seu comentário logo abaixo (utilizando o Disqus, sua conta do Google/Blogger ou o sistema de comentários do Facebook), ou se preferir, entre em contato conosco!

 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do Blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook! :)

 Muito obrigado pela sua visita e até o próximo tutorial!


Referências:

Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.



  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: