Você vai aprender, nesta dica, a instalar a versão mais recente do TeamViewer no seu openSUSE, no Fedora e no CentOS (e adicionar o repositório oficial).
Compartilhe nas redes sociais!
Instalando a versão mais recente do TeamViewer no openSUSE, Fedora e no CentOS

 O TeamViewer é o mais popular software para acesso remoto, disponível para Linux, Chrome OS, Windows e para smartphones Android, iOS e BlackBerry. Além de estabelecer conexões de entrada e saída para suporte ou acesso a outros computadores em tempo real, com o TeamViewer também é possível participar de reuniões e apresentações, conversar com outras pessoas ou grupos e faça chamadas em vídeo, tudo isso através de uma interface simples e fácil de usar. Apesar de ser um software proprietário, o TeamViewer é gratuito para uso pessoal e não comercial; para mais detalhes, basta acessar o site oficial:

Conheça mais sobre o TeamViewer  

 Por muitos o TeamViewer para Linux foi baseado no Wine, porém, foi anunciado a alguns dias atrás uma nova versão nativa para Linux desenvolvida em Qt, com suporte a sistemas de 64 bits (sem dependências de 32 bits) e, para ficar ainda melhor, foi criado um repositório oficial para as principais distribuições RPM e DEB. Com isso, você sempre terá a versão mais recente do TeamViewer no seu sistema, não sendo necessário baixar manualmente o pacote de instalação a cada nova atualização! :)

 Neste tutorial você vai aprender a instalar o TeamViewer 13 no seu openSUSE, no Fedora e no CentOS, além de adicionar o repositório oficial no seu sistema. Vamos lá?!

  Tutorial testado no openSUSE Tumbleweed, openSUSE Leap 42.3, Fedora 27 Workstation e no CentOS 7.3.
  O TeamViewer não é compatível com o servidor gráfico Wayland, sendo necessário fazer login na Sessão com Xorg para utilizá-lo, ok?
 FIQUE ATENTO - Caso esteja utilizando o CentOS 7, é necessário que tenha o repositório EPEL habilitado no seu sistema. Para adicioná-lo, basta executar o comando abaixo:

sudo yum install https://dl.fedoraproject.org/pub/epel/epel-release-latest-7.noarch.rpm


Instalando o TeamViewer no openSUSE, no Fedora e no CentOS

 Para instalar o TeamViewer é bem simples, basta abrir um terminal e executar o comando abaixo para importar a chave de assinatura do repositório no seu sistema:

sudo rpm --import http://linux.teamviewer.com/pubkey/TeamViewer2017.asc

 E após, instale a versão mais recente do TeamViewer com:

  No openSUSE (Leap ou Tumbleweed):

sudo zypper in https://download.teamviewer.com/download/linux/teamviewer.`uname -i`.rpm


  No Fedora Workstation:

sudo dnf install https://download.teamviewer.com/download/linux/teamviewer.`uname -i`.rpm


  No CentOS:

sudo yum install https://download.teamviewer.com/download/linux/teamviewer.`uname -i`.rpm


 Concluída a instalação, basta procurar pelo atalho "TeamViewer" no menu de aplicativos do seu sistema ou, caso queira, execute-o pelo terminal com o comando:

teamviewer

 Ao executá-lo pela primeira vez, será exibido o Contrato de Licença, você deve aceitá-lo para poder utilizar o TeamViewer:


 Tudo pronto, o TeamViewer está instalado e pronto para uso!

TeamViewer executando no openSUSE Tumbleweed, com ambiente de desktop GNOME






Instalando o TeamViewer no openSUSE, no Fedora e no CentOS manualmente

 Uma outra maneira de instalar o TeamViewer é adicionando manualmente o repositório no seu sistema. Para isso, abra um terminal e execute o comando abaixo para adicionar o repositório no seu sistema:

  No openSUSE (Leap ou Tumbleweed):

sudo nano /etc/zypp/repos.d/teamviewer.repo


  No Fedora Workstation e no CentOS:

sudo nano /etc/yum.repos.d/teamviewer.repo

Note que, neste exemplo, utilizo o editor de textos nano (via terminal). Caso queira utilizar outro editor de texto "puro", como o Gedit, Pluma, Leafpad, ou KWrite, basta substituir o "nano", no comando acima, pelo seu editor favorito, ok?

 Feito isso, copie e cole todo o conteúdo abaixo no seu editor de texto:

[teamviewer]
name=TeamViewer - $basearch
baseurl=http://linux.teamviewer.com/yum/stable/main/binary-$basearch/
gpgkey=http://linux.teamviewer.com/pubkey/TeamViewer2017.asc
gpgcheck=1
enabled=1
failovermethod=priority

 Salve o arquivo pressionando Ctrl + o, pressione Enter para confirmar e Ctrl + x para fechar.


 Após, importe a chave de assinatura do repositório:

sudo rpm --import http://linux.teamviewer.com/pubkey/TeamViewer2017.asc

 E, por último, instale o TeamViewer com:

  No openSUSE:

sudo zypper ref && sudo zypper in teamviewer


  No Fedora Workstation:

sudo dnf --refresh install teamviewer


  No CentOS:

sudo yum install teamviewer


 Concluída a instalação, basta procurar pelo atalho "TeamViewer" no menu de aplicativos do seu sistema ou executá-lo pelo terminal com o comando:

teamviewer

 Ao executá-lo pela primeira vez, será exibido o Contrato de Licença, você deve aceitá-lo para poder utilizar o TeamViewer:


 Tudo pronto, agora é só começar a utilizar o TeamViewer!

TeamViewer executando no Fedora Workstation, com ambiente de desktop GNOME


E como faço para desinstalar o TeamViewer?

 Não quer mais utilizar o TeamViewer e deseja removê-lo do seu sistema? Então abra um terminal e execute um dos comando abaixo, de acordo com a sua distribuição:

  Para desinstalar o TeamViewer do openSUSE:

sudo zypper rm teamviewer


  Para desinstalar o TeamViewer do Fedora Workstation:

sudo dnf remove teamviewer


  Para desinstalar o TeamViewer do CentOS (Leap ou Tumbleweed):

sudo yum remove teamviewer


 Caso queira remover também o repositório do TeamViewer, execute:

  No openSUSE:

sudo rm /etc/zypp/repos.d/teamviewer.repo && sudo rm /etc/yum.repos.d/teamviewer.repo


  No Fedora Workstation e no CentOS:

sudo rm /etc/yum.repos.d/teamviewer.repo


 Então é isso, espero que esta dica seja útil para você! Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito do mesmo, basta deixar o seu comentário logo abaixo, ou se preferir, entre em contato conosco!

 Obrigado pela visita e até o próximo tutorial!


Referências:

Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.




  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: