Confira algumas dicas do que fazer após instalar o Ubuntu 17.10, como a instalação de codecs, do Google Chrome, Spotify, VirtualBox e outros!
Dicas do que fazer após instalar o Ubuntu 17.10 "Artful Aardvark"

Confira, neste tutorial, algumas dicas do que fazer após instalar o Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark).

 Foi lançado ontem, dia 19 de outubro 2017, a versão final do Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark), que trouxe várias novidades e mudanças importantes em relação às versões anteriores, uma delas é a adoção do GNOME como o ambiente de área de trabalho padrão, substituindo o antigo Xorg, conforme informamos no nosso último post. E como de costume, preparamos um tutorial com algumas dicas do que fazer após instalar o Ubuntu 17.10, dentre elas está a instalação de codecs multimídia e de como deixar o Ubuntu totalmente em português. Você também vai aprender a instalar softwares como o VLC Media Player, o Dropbox, VirtualBox, VMware Player, o OpenJDK e muito mais! Vamos lá então?!

Tutorial testado no Ubuntu 17.10 'Artful Aardvark' (64 bits), com ambiente de área de trabalho GNOME 3.26.

Os principais tópicos deste tutorial:


  Atualizando o Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark)

 Uma das primeiras coisas que devemos fazer após instalar o Ubuntu é atualizá-lo. Para isso, pressione a tecla Super (ou "Windows") e procure pelo "Atualizador de Programas" pesquisando por "atualizador" (sem aspas) na barra de pesquisa, como mostrado na imagem abaixo:

Pesquise pelo "Atualizador de Programas"

 Ao executá-lo, os repositórios serão atualizados automaticamente e, caso tenha atualizações disponíveis, elas serão exibidas em seguida, como mostrado na imagem abaixo. Clique em "Instalar agora", forneça a sua senha de usuário e aguarde:

Atualizador de Programas do Ubuntu

 Uma outra maneira de atualizar o seu Ubuntu é através do terminal, basta pressionar Ctrl + Alt + T para abrir o mesmo e executar o comando a seguir:

sudo apt update && sudo apt upgrade

  Após instalar as atualizações, recomendo que reinicie o seu computador antes de seguir o restante do tutorial, ok?!

  Deixando o Ubuntu totalmente em Português

 Mesmo selecionando o idioma "Português" ou "Português do Brasil" no momento da instalação e também após instalar todas as atualizações disponíveis, como vimos acima, algumas "partes" do seu Ubuntu ainda ficam em Inglês. Para corrigir isso, abra o aplicativo "Configurações" clicando no menu na barra superior direita (como indicado pela seta do mouse na imagem abaixo) ou pesquisando por "configurações":

Abrir as Configurações do Sistema

 Selecione a opção "Região e Idioma" na lateral esquerda da janela e após, clique no botão "Manage Installed Languages", como mostrado na imagem a seguir:

Clique no botão "Manage Installed Languages"

 Será exibido uma janela de diálogo informando que o suporte ao idioma não está instalado completamente, clique em "Lembre-me mais tarde" para fechá-la:

Clique em "Lembre-me mais tarde" para fechar a janela

 Em seguida, clique em "Instalar/remover idiomas...", como mostrado pela seta do mouse na imagem abaixo:

Clique em "Instalar/remover idiomas..."

 Na tela seguinte, desmarque todos os idiomas, deixando selecionado apenas o "Português".

 Feito isso, clique em "Aplicar", forneça a sua senha de usuário e aguarde:

Deixe selecionado apenas o Português e clique em "Aplicar"

 Clique em "Aplicar a todo o sistema" e forneça novamente a sua senha. Depois disso, poderá fechar a janela de diálogo.

Clique em "Aplicar a todo o sistema"

 Após, abra novamente o "Suporte a idiomas" (conforme indicado acima), clique em "Instalar" para baixar os pacotes de idioma que faltam e aguarde:

Clique em "Instalar" para instalar os pacotes de idiomas

 Uma outra maneira de instalar os pacotes de idiomas é através do terminal, basta executar o comando abaixo:

sudo apt install mythes-pt-pt mythes-pt-br thunderbird-locale-pt-pt thunderbird-locale-pt-br hunspell-pt-pt hunspell-pt-br hyphen-pt-pt hyphen-pt-br

  Aguarde a conclusão do processo e em seguida, reinicie o seu computador para aplicar as mudanças no sistema, ok?!

  Habilitando o repositório "Parceiros da Canonical"

 Alguns aplicativos "extras", como o Adobe Flash Player e Google Cloud SDK estão disponíveis no repositório "Parceiros da Canonical", que vem desabilitado por padrão no Ubuntu. Para habilitá-lo, basta pesquisar/procurar pelo aplicativo "Programas e Atualizações" (como indicado pela seta do mouse na imagem abaixo):

Procure pelo aplicativo "Programas e atualizações"

 Após, acesse a aba "Outros programas" e selecione a opção "Parceiros da Canonical" (será necessário fornecer a sua senha), como mostrado na imagem abaixo.

 Feito isso, clique no botão "Fechar":

Selecione a opção "Parceiros da Canonical"

 Será exibido uma janela de diálogo indicando que a informação sobre os aplicativos disponíveis está desatualizada, basta apenas clicar em "Recarregar" para atualizar os repositórios:

Clique em "Recarregar" para atualizar os repositórios


  Instalando drivers adicionais de forma fácil

 Caso você tenha, por exemplo, uma placa de vídeo da NVIDIA ou uma placa de rede sem fio e queira utilizar o driver proprietário da mesma (seja para um melhor desempenho ou porque o driver de código aberto fornecido pelo Ubuntu não esteja funcionando adequadamente no seu sistema), basta abrir novamente o aplicativo "Programas e atualizações", clicar na aba "Drivers adicionais", escolha o driver desejado (caso esteja disponível) e clique em "Aplicar alterações" , como mostrado no exemplo abaixo:

Instalando drivers adicionais

 Informe a sua senha e após concluir o processo, reinicie o seu computador para aplicar as alterações.






  Instalando os codecs multimídia no Ubuntu

 Como quase todas as distribuições Linux, o Ubuntu não traz na sua mídia de instalação os codecs de vídeo e áudio, devido a questões legais em alguns países, mas é possível habilitar o suporte a arquivos MP4, MP3, Flash Player e outros com um único pacote, o "ubuntu-restricted-extras".
 Para instalá-lo, abra um terminal e execute o comando a seguir:

sudo apt install ubuntu-restricted-extras


  Instalando players de mídia

 O Ubuntu já traz alguns programas para reproduzir arquivos de mídia, como o Rhythmbox e o Videos (caso tenha instalado o Ubuntu Desktop), porém, nem todos gostam de usar os players "nativos" de cada interface gráfica. Se você é um deles, abaixo mostro como instalar os players mais populares no seu Ubuntu.

Instalando o Audacious no Ubuntu

 O Audacious é um player de áudio minimalista (fork do Beep Media Player - BMP), focado na baixa utilização de recursos e alta qualidade de áudio. Além de reproduzir os mais variados formatos, ele também oferece suporte às skins do Winamp. Para instalar o Audacious, basta executar:

sudo apt install audacious


Instalando o VLC Media Player no Ubuntu

 O VLC é o player multimídia mais popular da atualidade, reproduzindo praticamente todos os formatos de áudio e vídeo, bem como DVDs, CDs de áudio, VCDs e vários protocolos de streaming. Para instalar o VLC Media Player no Ubuntu basta executar:

sudo apt install vlc


Instalando o SMPlayer no Ubuntu

 O SMPlayer é outro player multimídia (front-end gráfico para o MPlayer) muito popular entre os usuários, que, assim como o VLC, reproduz praticamente todos os formatos de áudio e vídeo, sendo possível procurar, reproduzir e baixar vídeos do YouTube. Caso queira instalar o SMPlayer no Ubuntu, execute:

sudo apt install smplayer


  Instalando o Gerenciador de Pacotes Synaptic

 O Synaptic é uma ferramenta gráfica para gerenciar repositórios, instalar, atualizar e remover pacotes, tudo isso de um jeito fácil. Para instalar o Synaptic, basta executar:

sudo apt install synaptic

Tela principal do Gerenciador de Pacotes Synaptic


  Instalando o GDebi no Ubuntu

 O GDebi é um pequeno utilitário que permite instalar pacotes .DEB facilmente no sistema, além de resolver automaticamente as dependências dos mesmos. Para instalar o GDebi no Ubuntu, basta executar:

sudo apt install gdebi


  Fazendo pequenos "ajustes" no Ubuntu

 Uma das novidades presentes no Ubuntu 17.10 é a nova dock (chamada de "Ubuntu Dock"), um fork de uma das mais populares extensões do GNOME, a "Dash to Dock". Assim como nas versões anteriores, ela fica no lado esquerdo da tela, porém, é possível alterar a posição da mesma, bem como o tamanho dos ícones e habilitar a opção de ocultá-la automaticamente. Para realizar esses ajustes, abra novamente o aplicativo "Configurações" e clique em "Dock".

 Ao selecionar a opção "Auto-hide the Dock" a Ubuntu Dock será ocultada automaticamente ao maximizar uma janela (por exemplo).  Logo abaixo, em "Icon size", você poderá ajustar o tamanho dos ícones e em "Position on screen", você poderá definir a posição da Ubuntu Dock (na esquerda da tela (padrão), na parte inferior (botton) ou na direita):

Configurações da "Ubuntu Dock"

Removendo a "Ubuntu Dock"

 Caso não tenha gostado da nova dock do Ubuntu, também é possível removê-la e continuar usando a dock padrão do GNOME, basta apenas executar o comando abaixo no terminal:

sudo apt remove gnome-shell-extension-ubuntu-dock

 Reinicie a sua sessão para aplicar as alterações e após, basta clicar em "Atividades" (no canto superior esquerdo da tela) para exibir a dock do GNOME:

Panorama de Atividades do Ubuntu 17.10, exibindo a dock padrão do GNOME

 Caso queira continuar utilizando o "Ubuntu Dock", basta reinstalá-lo com o comando abaixo (e após, reinicie a sua sessão para aplicar as alterações):

sudo apt install gnome-shell-extension-ubuntu-dock

Como alterar para a sessão com Xorg no Ubuntu

 O Ubuntu 17.10 utiliza o Wayland como servidor gráfico por padrão ao invés do antigo Xorg. O Wayland vem sendo desenvolvido a vários anos para substituir o Xorg. Apesar de funcionar bem nos hardwares mais recentes, você poderá enfrentar problemas ao executar alguns programas (principalmente como root), neste caso, a solução é continuar usando o Ubuntu na sessão do Xorg.

 Para realizar essa troca é bem simples, basta clicar no canto superior esquerdo da tela, depois no nome do seu usuário e selecionar a opção "Encerrar sessão", como mostrado na imagem abaixo:

Como encerrar a sessão no GNOME Shell

 Selecione novamente a opção "Encerrar sessão" para confirmar:


 E na tela de login, clique na roda dentada (ao lado do botão "Entrar") e selecione a opção "Ubuntu on Xorg":


Como utilizar o GNOME Shell "puro" no Ubuntu 17.10

 Embora a Canonical tenha adotado o GNOME como ambiente de área de trabalho principal do Ubuntu, várias mudanças foram feitas no mesmo com o objetivo de assemelhar-se ao Unity. Porém, há a opção de utilizar uma versão "pura" do GNOME Shell no Ubuntu Artful Aardvark, basta apenas instalar o meta-pacote "Vanilla GNOME" no sistema. Caso queira, remova antes a "Ubuntu Dock", como mostramos acima, e em seguida, execute o comando:

sudo apt install vanilla-gnome-desktop

 Concluída a instalação, reinicie o seu computador para aplicar as alterações. Na tela de login, clique na roda dentada (ao lado do botão "Entrar") e selecione a sessão GNOME (sobre Wayland), GNOME Classic ou GNOME sobre Xorg:

Na tela de login, selecione a sessão GNOME, GNOME Classic e/ou GNOME sobre Xorg

 Por fim, abra um terminal e execute o comando abaixo para habilitar os "Hot Corners" (ou cantos quentes) do GNOME Shell:

gsettings set org.gnome.shell enable-hot-corners true 

 Tudo pronto, agora é só aproveitar o seu Ubuntu 17.10 com o GNOME 3.26 sem modificações:

Ubuntu 17.10 Artful Aardvark com o desktop GNOME Shell sem modificações


  Instalando o GNOME Tweak Tool no Ubuntu

 O GNOME Tweak Tool (ou "Ajustes"), como o próprio nome sugere, é a ferramenta de configuração do ambiente de área de trabalho GNOME. Com ele é possível, por exemplo, mudar a posição dos controles das janelas para a esquerda (para quem já acostumou com o Unity), definir os aplicativos que serão iniciados junto com o sistema e gerenciar as extensões do GNOME Shell instaladas, dentre outros ajustes. Para instalá-lo, basta executar o comando abaixo no terminal:

sudo apt install gnome-tweak-tool



  Instalando o Steam no Ubuntu

 O Steam é a mais famosa plataforma de distribuição de jogos digitais desenvolvida pela Valve. Para instalar o Steam no Ubuntu basta executar:

sudo apt install steam

Steam executando no Ubuntu 17.10

 Alternativamente, você poderá baixar o instalador .DEB do Steam através do site oficial, basta acessar o link abaixo:

  store.steampowered.com/about/

 E em seguida, fazer a instalação do mesmo através do GDebi, ok?


  Instalando outros navegadores

 O Mozilla Firefox é um dos navegadores mais utilizados, e assim como outras distribuições, ele já vem pré-instalado no Ubuntu. Caso não queira utilizá-lo, abaixo mostro o passo a passo de instalação dos principais navegadores.

Instale o Chromium no Ubuntu

O Chromium é um navegador de código aberto que serve de "base" para o Google Chrome. Para instalar o Chromium no seu Ubuntu, basta executar no terminal:

sudo apt install chromium-browser

Instale o Google Chrome (estável) no Ubuntu

 O Google Chrome é o navegador mais utilizado no Brasil e no mundo atualmente. Apesar de ter o Chromium como "base", a Google decidiu encerrar o suporte para as distribuições Linux de 32 bits, disponibilizando somente a versão de 64 bits do mesmo. Se o seu Ubuntu é de 64 bits e deseja instalar o Google Chrome, basta executar o passo a passo do link abaixo, acesse:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2017/08/Instalando-o-Google-Chrome-no-Ubuntu-e-no-Debian.html

Instale o Opera (estável) no Ubuntu

 O Opera é um navegador desenvolvido pela Opera Software e tem o Chromium como "base". Apesar de ser pouco utilizado, ele traz vários recursos e funcionalidades exclusivas, dentre as principais estão o serviço de VPN gratuito e ilimitado, um bloqueador de anúncios "nativo" e a integração com Telegram, WhatsApp e Messenger (Facebook). Para instalar o Opera (estável) no Ubuntu, basta executar os comandos abaixo:

- Instale o pacote "apt-transport-https" no seu sistema (caso não esteja instalado):

sudo apt install apt-transport-https

- Adicione o repositório do Opera no sistema:

sudo sh -c 'echo "deb https://deb.opera.com/opera-stable/ stable non-free" >> /etc/apt/sources.list.d/opera-stable.list'

- Importe a chave de assinatura do repositório:

wget -q -O - https://deb.opera.com/archive.key | sudo apt-key add -

- Após, atualize os repositórios e instale o Opera (estável) com o comando:

sudo apt update && sudo apt install opera-stable

Instale o Vivaldi (estável) no Ubuntu

 O Vivaldi é desenvolvido pela Vivaldi Technologies, uma empresa fundada pelo ex-CEO da Opera Software. Tendo como base o Chromium, o Vivaldi destaca-se pelas várias opções de personalização, tendo como público alvo os usuários avançados e também os usuários mais "antigos" do Opera (das versões 12.x e anteriores). Caso queira instalá-lo no seu Ubuntu, execute os comandos abaixo:

- Instale o pacote "apt-transport-https" no seu sistema (caso não esteja instalado):

sudo apt install apt-transport-https

- Adicione o repositório do Vivaldi no sistema:

sudo sh -c 'echo "deb http://repo.vivaldi.com/archive/deb/ stable main" >> /etc/apt/sources.list.d/vivaldi.list'

- Importe a chave de assinatura do mesmo:

wget -q -O - http://repo.vivaldi.com/archive/linux_signing_key.pub | sudo apt-key add -

- Atualize os repositórios e instale o Vivaldi (estável) executando:

sudo apt update && sudo apt install vivaldi-stable


  Instalando o OpenJDK no Ubuntu

 O OpenJDK é uma implementação gratuita e de código aberto da plataforma Java, Standard Edition ("Java SE"). Ele está disponível nos repositórios oficiais do Ubuntu e de várias outras distribuições.
 Para instalar o ambiente de execução Java (JRE) no seu Ubuntu, rode o comando abaixo:

sudo apt install default-jre

 Já para instalar o ambiente de desenvolvimento do Java (JDK), basta executar:

sudo apt install default-jdk


  Instalando o Java da Oracle no Ubuntu

 Caso queira utilizar o Oracle Java no seu Ubuntu, acesse o link abaixo que contém o passo a passo de instalação manual do mesmo:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/06/instalando-java-jre-oracle-no-ubuntu-manualmente.html

 Já para instalar o Oracle Java via repositório PPA, acesse:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/06/instalando-oracle-java-8-no-ubuntu-derivados-ppa.html


  Instalando o Skype no Ubuntu

 O Skype é um aplicativo que permite fazer chamadas de voz e vídeo, enviar mensagens instantâneas e de texto (SMS) para outras pessoas de qualquer lugar do mundo. Confira, no link abaixo, como instalar a versão mais recente do Skype no Ubuntu:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2017/06/Instalando-Skype-no-Debian-e-Ubuntu.html#install


  Instalando o Telegram Desktop no Ubuntu

 O Telegram é um aplicativo de mensagens baseado na nuvem, com foco na segurança e velocidade. Caso queira instalar o Telegram Desktop no Ubuntu, basta acessar o tutorial abaixo (utilizando, de preferência, o método manual):

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/12/Telegram-Desktop-no-Ubuntu-Linux-Mint-e-derivadas.html


  Instalando o Spotify no Ubuntu

 O Spotify é um dos serviços de streaming de músicas mais populares da atualidade, contando com mais de 30 milhões de músicas no catálogo. Se você é usuário do serviço e quer instalar o Spotify Client no seu Ubuntu, acesse o passo a passo no link abaixo:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/06/instalando-spotify-debian-ubuntu-derivadas.html


  Instalando o Dropbox no Ubuntu

 O Dropbox é um serviço de armazenamento de arquivos em nuvem, permitindo acessá-los de qualquer lugar. Caso utilize esse serviço e queira instalar no Ubuntu, basta executar os comandos a seguir no terminal.

- Adicione o repositório do Dropbox no sistema:

echo deb http://linux.dropbox.com/ubuntu xenial main | sudo tee /etc/apt/sources.list.d/dropbox.list

- Importe a chave de assinatura do mesmo:

sudo apt-key adv --keyserver pgp.mit.edu --recv-keys 5044912E

- Atualize os repositórios e instale o Dropbox executando:

sudo apt update && sudo apt install dropbox

Cliente Dropbox executando no Ubuntu 17.10


  Instalando o MEGA Sync no Ubuntu

 O MEGA, assim como o Dropbox, é um serviço de armazenamento em nuvem bastante popular. Se você utiliza esse serviço, veja como instalá-lo no Ubuntu acessando o link abaixo:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2017/04/Instalando-o-MEGA-Sync-no-Debian-e-Ubuntu.html


  Instalando um gerenciador de downloads e um cliente de torrents

 É sempre bom ter um gerenciador de downloads e um cliente de torrents instalado no sistema, principalmente se você é como eu, que sempre está baixando ISOs de outras distribuições Linux para testar. A seguir mostro como instalar as duas opções que utilizo.

Instale o uGet no Ubuntu

 O uGet é um gerenciador de downloads de código aberto e multiplataforma; ele é leve, fácil de usar e conta com vários recursos, dentre eles estão o monitoramento da área de transferência, gerenciamento avançado de categorias, download de arquivos em lotes e muito mais. Para instalá-lo no seu Ubuntu basta executar:

sudo apt install uget

uGet executando no Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark)

Instale o qBittorrent no Ubuntu

 Como o próprio nome sugere, o qBittorrent é um cliente de torrent multiplataforma e de código aberto, um dos melhores da atualidade. Ele é leve, tem uma interface bonita (semelhante ao uTorrent), é fácil de usar e possui várias funcionalidades, uma delas é o sistema de busca por torrents integrado (que realmente funciona). Para instalar o qBittorrent no Ubuntu basta executar:
  Lembrando que o Ubuntu já traz um cliente de torrents por padrão, o Transmission. A instalação do qBittorrent é opcional, assim como todas as outras sugestões deste tutorial.

sudo apt install qbittorrent

qBittorrent executando no Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark)


  Instalando o Oracle VM VirtualBox no Ubuntu

 O Oracle VM VirtualBox é um software de virtualização multiplataforma que permite criar e executar vários sistemas operacionais em um computador. Caso queira instalar o VirtualBox no seu Ubuntu, acesse o tutorial abaixo:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/05/instalando-virtualbox-no-ubuntu-lts.html


  Instalando o VMware Workstation Player no Ubuntu

 O VMware Workstation Player é um software de virtualização proprietário disponível gratuitamente para sistemas de 64 bits (Linux e Windows). Caso queira fazer a instalação do mesmo no seu Ubuntu 17.10, basta acessar o link abaixo:

  http://www.blogopcaolinux.com.br/2016/12/Instalando-o-VMware-Workstation-Player-no-Ubuntu.html


  Instalando o GParted e outras ferramentas úteis no Ubuntu (dica do Morvan)

 O GParted é um aplicativo do GNOME para editar partições muito popular entre os usuários de Linux. Caso queira instalá-lo no seu Ubuntu, basta executar o comando abaixo:

sudo apt install gparted

 Para instalar outras ferramentas úteis no sistema, como o aptitude, o build-essential (que fornece os pacotes "essenciais" para a compilação de programas), poppler-utils (para manipular documentos PDF) e o cups-pdf (útil para quem precisa de uma impressora PDF), basta executar:

sudo apt install aptitude build-essential most cups-pdf poppler-utils


 Então é isso! Com essas poucas dicas o seu Ubuntu Artful Aardvark estará "pronto" para o uso diário!

 Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial, basta deixar o seu comentário logo abaixo, ou se preferir, entre em contato conosco!

 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do Blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook! :)

 Obrigado pela visita e até o próximo tutorial!


Referências:

Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.




  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: