Confira, nesta dica, duas maneiras fáceis de atualizar o seu Fedora 25 para a versão mais recente, o Fedora 26 Workstation!
Atualizando do Fedora 25 para o Fedora 26 Workstation

Com a proximidade do fim de suporte do Fedora 25 muitos usuários já planejam formatar o computador e instalar a versão mais recente, que, até o momento, é o Fedora 26, lançado no dia 11 de julho de 2017.

 Apesar de considerar a instalação limpa como a melhor opção (na minha humilde opinião), o Fedora também conta com um processo simplificado de upgrade, o que facilita (e muito) a vida dos usuários, e é isso que você vai aprender neste tutorial, seja através do terminal ou graficamente!

  Tutorial testado no Fedora 25 Workstation (64 bits), com ambiente de área de trabalho GNOME.


  Preparativos

 Confira abaixo algumas etapas que você deve seguir ANTES de iniciar o processo de atualização para o Fedora 26.

   FAÇA BACKUP dos seus arquivos importantes

 Apesar do processo de upgrade para a versão mais recente do Fedora ser bem simples, fácil e seguro, é altamente recomendado que você faça uma cópia de segurança de todos os seus arquivos pessoais, como documentos, imagens, músicas, vídeos, etc. (principalmente se não possui uma partição /home separada), ok?!

 Você pode simplesmente copiar manualmente seus arquivos para um disco rígido secundário (ou externo), pen drives, DVDs, etc. ou utilizar uma ferramenta gráfica, como o Déjà Dup, acesse fedoramagazine.org/easy-backups-with-deja-dup.

Confira também:  Como fazer backup dos seus arquivos de configuração no GNU/Linux

   Instale todas as atualizações disponíveis para o Fedora 25

 Além do backup, também é importante que instale todas as atualizações disponíveis para o seu sistema antes de realizar o upgrade. Para isso, abra um terminal e execute o comando abaixo:

sudo dnf upgrade --refresh

 Após a conclusão, recomendo que reinicie o computador antes de continuar seguindo o passo a passo abaixo, ok?

 Tudo pronto? Então vamos ao que interessa!






  Atualizando do Fedora 25 para o Fedora 26 via linha de comando (recomendado)

 A melhor maneira de atualizar para a versão mais nova do Fedora, na minha opinião, é através do bom e velho terminal, já que assim podemos acompanhar o progresso de download dos pacotes.

 Supondo que você já tenha instalado todas as atualizações disponíveis para o seu sistema e que tenha feito backup dos seus arquivos importantes (como informado anteriormente), abra um terminal e instale o plugin do DNF (pacote dnf-plugin-system-upgrade) com o comando:

sudo dnf install dnf-plugin-system-upgrade

 Após, dê início no upgrade de versão executando o comando abaixo:

sudo dnf system-upgrade download --releasever=26

 Será exibido um resumo das mudanças que serão realizadas no seu sistema, basta apenas digitar s (sim) e pressionar Enter para confirmar:

Baixando os arquivos necessários para o upgrade

 Agora é só aguardar enquanto é feito o download dos pacotes necessários que, no meu caso, foi um pouco mais de 1 GB.
 Caso tenha problemas em razão de pacotes sem atualizações, dependências quebradas ou pacotes obsoletos, adicione a opção --allowerasing, no final do comando acima, para "forçar" a atualização do sistema. Veja o exemplo:

####  Exemplo de como "forçar" a atualização do sistema  ####
sudo dnf system-upgrade download --releasever=26 --allowerasing

 Concluído o download, reinicie o seu sistema executando o comando abaixo:

sudo dnf system-upgrade reboot

Após o download, reinicie o seu sistema

 Logo após, será iniciado o processo de atualização para o Fedora 26, o que pode demorar um bom tempo:

Aguarde enquanto a atualização é aplicada

 Concluído o upgrade, o seu computador será reiniciado automaticamente. Caso tudo ocorra bem, você verá a entrada do Fedora 26 no GRUB e poderá utilizá-lo normalmente.

Área de trabalho do Fedora 26 Workstation (GNOME) após realizar o upgrade

 Muito fácil, não é?!


  Atualizando do Fedora 25 para o Fedora 26 graficamente

 Além do terminal, também é possível realizar o upgrade para o Fedora 26 através da Central de Aplicativos do GNOME (ou GNOME Software).

 Para isso, abra o GNOME Software (obviamente) e acesse a aba "Atualizações". Logo de cara você verá um aviso informando que já está disponível uma nova versão do Fedora, basta apenas clicar no botão "Baixar", como indicado pela imagem abaixo, para dar início no processo (caso não apareça, clique no botão de "recarregar", na parte superior esquerda do aplicativo):

Clique em "Baixar" para iniciar o download da nova versão do Fedora

 Agora só resta aguardar enquanto é feito o download dos pacotes necessários para a atualização, o que pode demorar bastante, principalmente se possui muitos aplicativos (ou mais de um ambiente de desktop) instalados no seu Fedora 25:

Aguarde enquanto é feito o download dos pacotes necessários

 Após a conclusão, será exibido uma mensagem informando que o "Fedora 26 está pronto para ser instalado". Como você já fez uma cópia de segurança de todos os seus arquivos importantes, basta apenas clicar no botão "Instalar", em destaque na imagem a seguir:

Download concluído, clique no botão "Instalar"

 Informe a sua senha de root para confirmar o procedimento e em seguida, clique em "Reiniciar & instalar", como mostrado pela imagem abaixo:

Após, clique em "Reiniciar e instalar"

 Após reiniciar, será iniciado o processo de atualização do sistema, o que também pode demorar vários minutos...

Aguarde enquanto é feito a atualização para o Fedora 26

 Concluído o processo, seu computador será reiniciado automaticamente. E caso não tenha ocorrido nenhum "problema", você verá o Fedora 26 na tela do GRUB e poderá utilizá-lo normalmente daqui em diante:

Área de trabalho do Fedora 26 Workstation (GNOME) após realizar o upgrade


  Resolvendo problemas de atualização

 Está enfrentando problemas após realizar o upgrade para o Fedora 26? Então confira abaixo a possível solução para os casos mais comuns.

Reconstruindo o banco de dados RPM

 Se você começou a receber avisos ao trabalhar com o gerenciador de pacotes DNF/RPM, é provável que o seu banco de dados esteja corrompido. Reconstruí-lo pode solucionar o problema, basta apenas executar o comando abaixo (mas antes, faça backup do diretório /var/lib/rpm, como indicado neste link aqui):

sudo rpm --rebuilddb

Usando "distro-sync" para resolver problemas de dependências

 A ferramenta de atualização do sistema usa o método "distro-sync" por padrão. Caso o seu sistema esteja parcialmente desatualizado ou esteja encontrando alguns problemas com dependências de pacotes, você pode tentar corrigi-lo executando manualmente o distro-sync. Isso tentará fazer com que os pacotes instalados tenham exatamente a mesma versão disponível nos repositórios habilitados no momento, mesmo que isso resulte na desatualização de alguns pacotes:

sudo dnf distro-sync

 Apesar de ser "ariscado", também é possível remover o(s) pacote(s) em que as dependências não puderam ser satisfeitas, basta apenas adicionar a opção --allowerasing no final do comando:

  ATENÇÃO - ANALISE CUIDADOSAMENTE QUAIS PACOTES SERÃO REMOVIDOS ANTES DE CONFIRMAR A OPERAÇÃO ABAIXO, OK?

sudo dnf distro-sync --allowerasing

Rotulando os arquivos com a mais recente política do SELinux

 Caso esteja recebendo avisos informando que algumas ações não foram permitidas por causa da atual política do SELinux, é provável que alguns arquivos tenham sido rotulados incorretamente com as permissões do mesmo. Isso pode acontecer por algum bug ou por ter desativado o SELinux anteriormente. Para rotular novamente todo o sistema, basta executar o comando abaixo:

sudo touch /.autorelabel

 E reinicie o computador em seguida. Lembrando que a próxima inicialização será bem mais demorada, já que será feito a verificação e correção dos rótulos do SELinux em todos os seus arquivos.


 Então é isso! Caso tenha alguma dúvida, correção, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial basta deixar o seu comentário logo abaixo, ou, se preferir, entre em contato conosco!

 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do Blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter, Facebook ou no nosso canal no Telegram! :)

 Obrigado pela visita e até o próximo tutorial!

Referências:

Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.



  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: