Aprenda, nesta dica, a instalar a versão mais recente do Spotify no openSUSE e no Fedora Workstation.
Instalando a versão mais recente do Spotify no openSUSE e no Fedora

Aprenda, nesta dica, a instalar a versão mais recente do Spotify no openSUSE e no Fedora Workstation.

 O Spotify é um dos serviços de streaming de músicas online mais populares da atualidade, o serviço conta com mais de 30 milhões de músicas no catálogo, e estas podem ser pesquisadas por artista, álbum, gênero, lista de reprodução ou gravadora. Disponível para o Linux, Mac OS, Windows, Android, iOS entre outras plataformas, o Spotify está dividido em dois tipos de assinatura:


  • Spotify Free - Como o próprio nome diz, você pode usar o serviço gratuitamente, permitindo o streaming ilimitado de músicas, porém é exibido anúncios;
  • Spotify Premium - Esta é a versão paga do serviço, que além do streaming ilimitado de músicas, nesta assinatura não é exibido anúncios, a qualidade do áudio é melhor, é possível baixar as músicas para ouvi-las posteriormente offline dentre outros recursos exclusivos.

 Para mais detalhes sobre o Spotify acesse:

  https://www.spotify.com/br/

 Vamos então à instalação!

* Testado no openSUSE Tumbleweed, openSUSE Leap 42.1/42.2, Fedora 24 e Fedora 25 Workstation.



Instalando o Spotify no openSUSE


 Existem duas maneiras de se instalar a versão mais recente do Spotify Client no openSUSE:

- A primeira é executar um script disponibilizado no GitHub, que cria um pacote .RPM a partir do arquivo .DEB do Spotify e faz a instalação do mesmo logo em seguida (já que, até o momento, não há o suporte oficial para as distribuições RPM).
 Para isso, abra um terminal e "entre" na sua pasta "Downloads":

cd /home/$USER/Downloads

 Baixe o script de instalação com:

wget https://raw.github.com/cornguo/opensuse-spotify-installer/master/install-spotify.sh

 Faça o download também do arquivo spotify-client.spec:

wget https://raw.github.com/cornguo/opensuse-spotify-installer/master/spotify-client.spec

 Torne o script executável:

chmod +x install-spotify.sh

 E execute-o com:

sh install-spotify.sh

 E aguarde enquanto é feito o download do Spotify e criação do pacote RPM. Em seguida, você deverá fornecer a sua senha para instalar o Spotify, como mostra a imagem abaixo:

Forneça sua senha para instalar o Spotify Client no sistema


- Uma outra maneira de instalar o Spotify no openSUSE é através do repositório "negativo17" (dica do nosso leitor Anderson Reis), para isso, abra um terminal e adicione-o ao sistema com:

sudo zypper ar -f http://negativo17.org/repos/spotify/epel-7/x86_64/ Spotify

 Importe a chave de assinatura do repositório:

sudo rpm --import http://negativo17.org/repos/RPM-GPG-KEY-slaanesh

 Atualize os repositórios:

sudo zypper ref

 E instale o Spotify com:

sudo zypper in spotify-client


  Após, abra o Spotify Client pelo terminal digitando spotify ou procure pelo atalho criado no menu de aplicativos:

Spotify executando no openSUSE Tumbleweed com desktop KDE

 Agora basta fazer login na sua conta do Spotify e começar a escutar as suas músicas favoritas no openSUSE! Fácil, não é?!






Instalando o Spotify no Fedora Workstation


 Para instalar o Spotify no Fedora, é necessário que tenha habilitado os repositórios RPMFusion no sistema. Feito isso, abra um terminal e adicione o repositório "negativo17 - Spotify client":

sudo dnf config-manager --add-repo=http://negativo17.org/repos/fedora-spotify.repo

 Importe a chave de assinatura do repositório:

sudo rpm --import http://negativo17.org/repos/RPM-GPG-KEY-slaanesh

 E instale o Spotify com:

sudo dnf install spotify-client

 Após, procure pelo atalho do Spotify no menu de aplicativos ou digite spotify no terminal para executá-lo:

Spotify executando no Fedora 25 Workstation com desktop GNOME

 Faça login na sua conta do Spotify e ouça as suas músicas favoritas no Fedora!


 Então é isso! Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial, basta deixar o seu comentário logo abaixo (se não aparecer a sessão de comentários do Disqus, recarregue a página), ou se preferir, entre em contato conosco!

 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook! :)

 Muito obrigado pela visita e até o próximo tutorial!


Referências:

Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.



  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: