Aprenda a instalar o Telegram Desktop (manualmente ou via repositórios) no openSUSE e no Fedora.
Telegram Desktop no openSUSE e Fedora

Aprenda, neste tutorial, a instalar o Telegram Desktop no openSUSE e no Fedora, seja manualmente ou através de repositórios.

 O Telegram é um aplicativo de mensagens de código aberto com foco em velocidade e segurança, é super rápido, simples e grátis. Você pode usar o Telegram em todos os seus dispositivos ao mesmo tempo — suas mensagens serão sincronizadas em todos os seus celulares, tablets ou computadores.

 Com o Telegram, você pode enviar mensagens, fotos, vídeos e arquivos (com tamanho de até 1,5 GB) de qualquer tipo (doc, zip, mp3, etc), assim como criar grupos de até 5000 pessoas ou canais para transmitir para audiências ilimitadas. Você pode conversar com seus contatos telefônicos ou procurando-os pelo nome de usuário.

 Confira todas as funcionalidades do Telegram acessando:

  https://telegram.org/faq/br

 Vamos então à instalação do Telegram Desktop, seja manualmente (recomendado) ou por repositórios!

OBS.: Testado no openSUSE Leap 42.1 e 42.2, openSUSE Tumbleweed, Fedora 24 e Fedora 25 Workstation.


Instalando o Telegram manualmente no openSUSE e Fedora (recomendado)


 Baixe a última versão do Telegram Desktop:

- Para sistemas de 64 bits:

  https://tdesktop.com/linux

- Para sistemas de 32 bits:

  https://tdesktop.com/linux32

 Após, abra um terminal e acesse a pasta onde baixou o arquivo, por exemplo a pasta "Downloads":

cd /home/$USER/Downloads

 Descompacte o pacote e mova os arquivos para a sua pasta de usuário com:

tar -xJvf tsetup*.tar.xz && mv Telegram .TelegramDesktop && mv .TelegramDesktop /home/$USER

 Em seguida, crie um link simbólico do Telegram no sistema:

sudo ln -s /home/$USER/.TelegramDesktop/Telegram /usr/bin/telegram

 E também um lançador para o mesmo, copie e cole todo o conteúdo abaixo no terminal e em seguida tecle "Enter":

tee /home/$USER/.local/share/applications/telegram-desktop.desktop <<EOT
[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Version=1.0
Name=Telegram Desktop
Comment=Official desktop version of Telegram messaging app
Exec=telegram
Icon=telegram
Terminal=false
StartupWMClass=Telegram
Type=Application
Categories=Network;
MimeType=x-scheme-handler/tg;
X-Desktop-File-Install-Version=0.22
EOT

 Feito isso, procure pelo atalho do Telegram Desktop no seu menu de aplicativos ou abra-o pelo terminal digitando:

telegram








Instalando o Telegram no openSUSE via repositório


   Além de adicionar o repositório e instalar o Telegram pelo terminal, como é explicado logo abaixo, você também tem a opção da instalação "semiautomática" através do link:

  https://software.opensuse.org/package/telegram

   Selecionar a versão do openSUSE que está utilizando, escolher o repositório "home:marceloatie" (de preferência), clicar em 1 Click Install e continuar com todo o processo via interface gráfica!

 Abra um terminal e execute um dos comandos abaixo, de acordo com a sua versão do openSUSE:

- No openSUSE Tumbleweed:

sudo zypper ar -f http://download.opensuse.org/repositories/home:/marceloatie/openSUSE_Tumbleweed/ Telegram/MarceloAtie

- No openSUSE Leap 42.2:

sudo zypper ar -f http://download.opensuse.org/repositories/home:/marceloatie/openSUSE_Leap_42.2/ Telegram/MarceloAtie

- No openSUSE Leap 42.1:

sudo zypper ar -f http://download.opensuse.org/repositories/home:/marceloatie/openSUSE_Leap_42.1/ Telegram/MarceloAtie

 Feito isso, execute:

sudo zypper ref

 Para atualizar a lista de repositórios e após, instale o Telegram Desktop com:

sudo zypper in telegram

 Aguarde enquanto o Telegram é instalado e após, abra o mesmo através do atalho criado no menu de aplicativos.


Instalando o Telegram no Fedora via repositório


 Já para o Fedora Workstation, execute o comando abaixo para adicionar o repositório no sistema:

sudo dnf copr enable youssefmsourani/telegram-desktop

 Importe a chave de assinatura do repositório:

sudo rpm --import https://copr-be.cloud.fedoraproject.org/results/youssefmsourani/telegram-desktop/pubkey.gpg

 E instale o Telegram Desktop em seguida com:

sudo dnf install telegram-desktop

 Aguarde enquanto o Telegram é instalado e após, abra o mesmo através do atalho criado no menu de aplicativos.


Configuração pós-instalação do Telegram


 Ao ser executado pela primeira vez ele estará em inglês, como mostra a imagem:

Tela inicial do Telegram após a instalação

 Para deixá-lo em português clique em "Settings" na parte superior, depois, clique em "Change language", como mostrado na imagem abaixo:

Alterando o idioma do Telegram nas configurações

 E selecione o seu idioma (será necessário reiniciar o Telegram após essa modificação), assim que abrir novamente o Telegram, feche a janela de configuração do mesmo e clique em "Comece a conversar":

Clique em "Comece a conversar"

 Informe o código do país (que no caso do Brasil é +55), o DDD da sua região e o número do seu celular:

Insira o seu número do celular

 Caso você já tenha cadastrado o número informado acima no Telegram e tenha o aplicativo do Telegram no seu smartphone ou mesmo o Telegram Desktop em outro computador, aparecerá uma tela semelhante a esta abaixo, informando que foi enviado um código para o aplicativo do Telegram no seu outro dispositivo (você também tem a opção de receber esse código por SMS, basta clicar em "Enviar código via SMS"); assim que receber o código, digite-o no campo indicado e clique em "Próximo" para começar a usar o Telegram no seu computador:

Digite o código que foi enviado para o seu outro dispositivo e clique em "Próximo"

 Caso nunca tenha usado o Telegram, ao informar o seu número do celular na etapa anterior aparecerá uma tela informando que o número não está registrado. Para fazer o cadastro, clique no local indicado pela seta do mouse na imagem abaixo:

Crie uma nova conta no Telegram pelo próprio aplicativo do Telegram para computadores

 Você receberá um código via SMS no seu celular, código este que deverá ser digitado na campo indicado pela seta na imagem abaixo:

Digite o código enviado por SMS para o celular cadastrado e clique em "Próximo"

 Em seguida, informe o seu nome e sobrenome, e escolha também uma foto de perfil (opcional); feito isso, clique em "Cadastrar":

Informe o seu nome e sobrenome, além de uma foto para o seu perfil

 Feito isso, você já poderá utilizar o Telegram na sua distribuição Linux! Caso queira definir um nome de usuário público do Telegram (evitando assim compartilhar o número do seu celular com outras pessoas), clique em "Configurações", na parte superior:

Clique em "Configurações" para definir um nome de usuário público no Telegram

 Logo abaixo do número do seu celular, clique em "Escolher nome de usuário":

Clique em "Escolher nome de usuário"

 E defina um nome de usuário, com no mínimo 5 caracteres, feito isso, clique em "Salvar":

E escolha um nome, com no mínimo 5 caracteres e sem acentos

 Você encontra mais informações sobre as vantagens de escolher um nome de usuário do Telegram acessando:

  https://www.telegram.org/faq/br#nome-de-usurio-e-telegram-me

 Tudo pronto, agora é só começar a utilizar o Telegram no seu computador!

 Aproveite e siga o canal oficial do Blog Opção Linux no Telegram para ficar informado sobre os novos posts publicados, acesse o link https://t.me/BlogOpcaoLinux ou pesquise por @blogopcaolinux na caixa de busca do mesmo. :)

Desinstalando o Telegram Desktop


 Para desinstalar o Telegram é bem simples, caso tenha instalado manualmente (como indicado no início desta dica), basta executar os comandos a seguir (no openSUSE e Fedora):

sudo rm /usr/bin/telegram
* Removendo o link simbólico do sistema;

rm /home/$USER/.local/share/applications/telegram-desktop.desktop
* Removendo o atalho criado manualmente;

rm -rf /home/$USER/.TelegramDesktop
* Removendo a pasta onde o mesmo está instalado.

 E só!


 Caso tenha instalado o Telegram Desktop via repositório, basta executar o comando a seguir:

- No openSUSE:

sudo zypper rm telegram

- No Fedora:

sudo dnf remove telegram

 Para desinstalá-lo do sistema, simples, não?!


 Então é isso, obrigado pela visita e até o próximo tutorial!


 Tem alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial? Então basta deixar o seu comentário logo abaixo, ou se preferir, entre em contato conosco!
 Aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook, aproveite que essas opções ainda são gratuitas! :)


Referências:

Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.



  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: