Compartilhe nas redes sociais!
Instalando o Oracle Java (JRE) no Fedora Workstation

Aprenda a instalar facilmente o Oracle Java (JRE) no Fedora Workstation.

 Várias distribuições Linux (senão todas) disponibilizam nos seus repositórios o OpenJDK (que é um Java Development Kit de código aberto e baseado totalmente em software livre), além do plugin IcedTea (um plugin para navegadores web gratuito para executar applets escritos em Java e uma implementação do Java Web Start) que para a maioria das pessoas funcionam perfeitamente, mas há casos que se faz necessário a instalação do Java (proprietário) da Oracle, como por exemplo acessar sites de bancos. Se é o teu caso, esse tutorial é pra você!
 Para saber mais sobre o Oracle Java acesse:

https://www.java.com/pt_BR/about/

https://www.java.com/pt_BR/download/faq/whatis_java.xml

 Vamos à instalação!

OBS.: Dica testada no Fedora 24 e Fedora 25 Workstation, com desktop GNOME.


Instalando o Oracle Java no Fedora Workstation


* Optei por não remover o OpenJDK e o plugin IcedTea Web que havia instalado anteriormente, caso você também tenha esses pacotes instalados no sistema e queira removê-los, abra um terminal e digite:

sudo dnf remove java-*-openjdk icedtea-web

 Faça o download da versão mais recente do Oracle Java JRE, acesse:

  https://java.com/pt_BR/download/linux_manual.jsp

 Se o seu sistema for de 64 bits, baixe o arquivo identificado como "Linux x64", mas se for de 32 bits baixe o arquivo "Linux", conforme mostra a imagem:

https://www.java.com/pt_BR/download/linux_manual.jsp

 Abra um terminal e acesse a pasta onde baixou o Java, se estiver na pasta "Downloads", por exemplo, digite:

cd /home/$USER/Downloads

 Extraia o pacote:

tar xvzf jre-*.tar.gz

 Renomeie a pasta para "jre-oracle" (para facilitar os passos seguintes):

mv jre1*/ jre-oracle

 Mova a pasta criada para o diretório "/usr/lib":

sudo mv jre-oracle/ /usr/lib

 Informe ao sistema onde o Oracle Java está localizado:

sudo alternatives --install /usr/bin/java java /usr/lib/jre-oracle/bin/java 200000

 Defina-o como padrão:

sudo alternatives --set java /usr/lib/jre-oracle/bin/java

###

Observação

 Caso queira, poderá utilizar o comando abaixo para selecionar manualmente a versão do Java a ser utilizada no sistema, basta informar o número correspondente à versão desejada e teclar Enter:

### Utilize SOMENTE para alterar manualmente a versão do Java a ser utilizada no sistema
sudo alternatives --config java
###






 Após, verifique se o Java foi instalado corretamente:

java -version

 A saída será semelhante a esta:

[sandro@localhost Downloads]$ java -version
java version "1.8.0_101"
Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.8.0_101-b13)
Java HotSpot(TM) 64-Bit Server VM (build 25.101-b13, mixed mode)
[sandro@localhost Downloads]$


Habilitando o plugin Java no Firefox

      ---   ATENÇÃO   ---      

Procedimento válido apenas para o Mozilla Firefox 52 ESR e versões anteriores, utilizando o Oracle JDK 8, já que o plugin para navegadores não estará disponível no Oracle Java 9 e o suporte a plugins NPAPI (como o Java) foi removido no Firefox 52 e versões posteriores.

 Vamos agora habilitar o plugin Java para navegadores, no caso somente para o Firefox e outros navegadores baseados no mesmo, execute:

 Se seu sistema for de 64 bits:

sudo alternatives --install /usr/lib64/mozilla/plugins/libjavaplugin.so libjavaplugin.so.x86_64 /usr/lib/jre-oracle/lib/amd64/libnpjp2.so 200000

 Defina-o como padrão com:

sudo alternatives --set libjavaplugin.so.x86_64 /usr/lib/jre-oracle/lib/amd64/libnpjp2.so

 Se for de 32 bits:

sudo alternatives --install /usr/lib/mozilla/plugins/libjavaplugin.so libjavaplugin.so /usr/lib/jre-oracle/lib/i386/libnpjp2.so 200000

 Defina-o como padrão com:

sudo alternatives --set libjavaplugin.so /usr/lib/jre-oracle/lib/i386/libnpjp2.so

 Execute o comando a seguir para desligar os controles do SELinux nos plugins do Firefox (necessário, pois o SELinux bloqueará a execução do plugin Java quando precisar utilizar o mesmo):

sudo setsebool -P unconfined_mozilla_plugin_transition 0

###

Observação

 Caso queira, poderá utilizar o(s) comando(s) abaixo para selecionar manualmente a versão do plugin Java a ser utilizada no navegador, basta informar o número correspondente à versão desejada e teclar Enter:

- Se o sistema for de 64 bits (utilize somente para alterar manualmente a versão do plugin a ser utilizada no navegador):

### Plugin Java 64 bits
sudo alternatives --config libjavaplugin.so.x86_64

- Se o sistema for de 32 bits (utilize somente para alterar manualmente a versão do plugin a ser utilizada no navegador):

### Plugin Java 32 bits
sudo alternatives --config libjavaplugin.so
###

 Instale também o JavaWS (Java Web Start):

sudo alternatives --install /usr/bin/javaws javaws /usr/lib/jre-oracle/bin/javaws 200000

 E defina-o como padrão:

sudo alternatives --set javaws /usr/lib/jre-oracle/bin/javaws

###

Observação

 Caso queira, poderá utilizar o comando abaixo para selecionar manualmente a versão do javaws a ser utilizada no sistema, basta informar o número correspondente à versão desejada e teclar Enter:

### Utilize SOMENTE para alterar manualmente a versão do javaws a ser utilizada no sistema
sudo alternatives --config javaws
###

 Em seguida, verifique se o plugin Java foi instalado corretamente, abra o Firefox e acesse o site:

  https://java.com/pt_BR/download/installed8.jsp

 Clique no botão "Verificar versão do Java":

Verificar a versão do Java

 Na tela seguinte clique em "Ativar o Java"; provavelmente irá aparecer uma janela do Firefox pedindo sua autorização para executar o Java, clique em "Allow Now" (ou Permitir agora), conforme mostra a imagem:

Permitir a execução do plugin

 Em seguida clique em "Executar":

Clique em Executar

 Pronto! O plugin Java foi instalado com sucesso!

Plugin Java instalado com sucesso!


Java Control Panel


 Vamos agora criar um atalho para o Painel de Controle do Java, mas antes instale o editor nano:

sudo dnf install nano

 Após, tecle no terminal:

sudo nano /usr/share/applications/java-control.desktop

 Copie e cole o texto abaixo:

[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Name=Java
Comment=Java Control Panel
Exec=sh '/usr/lib/jre-oracle/bin/jcontrol'
Icon=/usr/lib/jre-oracle/lib/desktop/icons/hicolor/48x48/apps/sun-jcontrol.png
Terminal=false
Type=Application
Categories=Application;Settings;Java;X-Red-Hat-Base;X-Ximian-Settings;

 Tecle Ctrl + o para salvar o arquivo, Enter para confirmar e Ctrl + x para sair, agora é só procurar pelo atalho criado no seu menu de aplicativos para abrir o Java Control Panel:

Painel de Controle Java


Atualizando o Java


 Para atualizar o Java é bem simples, primeiro remova a versão antiga do sistema:

sudo rm -rf /usr/lib/jre-oracle

 Baixe a nova versão do Java em:

  https://www.java.com/pt_BR/download/linux_manual.jsp

 E repita os passos (como dito anteriormente):

cd /home/$USER/Downloads

* Entre na pasta onde baixou o pacote, no caso, a pasta "Downloads";

tar xvzf jre-*.tar.gz

* Extraia o pacote;

mv jre1*/ jre-oracle

* Renomeie a pasta;

sudo mv jre-oracle /usr/lib

* E mova para a pasta "/usr/lib".

 E só!


Desinstalando o Oracle Java



 Para desinstalar o Java do sistema execute os comandos abaixo:

 Remover o Java do sistema:

sudo alternatives --remove java /usr/lib/jre-oracle/bin/java

 Remover o plugin Java (sistemas 64 bits):

sudo alternatives --remove libjavaplugin.so.x86_64 /usr/lib/jre-oracle/lib/amd64/libnpjp2.so

 Remover o plugin Java (sistemas 32 bits):

sudo alternatives --remove libjavaplugin.so /usr/lib/jre-oracle/lib/i386/libnpjp2.so

 Remover o JavaWS:

sudo alternatives --remove javaws /usr/lib/jre-oracle/bin/javaws

 Remova o atalho criado para o Painel de Controle Java:

sudo rm -rf /usr/share/applications/java-control.desktop

 E por último a pasta onde instalamos o mesmo:

sudo rm -rf /usr/lib/jre-oracle


 Tem alguma dúvida, sugestão ou crítica a respeito deste tutorial? Então basta deixar o seu comentário logo abaixo, ou se preferir, entre em contato conosco! E se gostou deste tutorial, aproveite e cadastre-se para receber todas as novidades do blog Opção Linux no seu e-mail, ou siga-nos no Google+, no Twitter ou na nossa página no Facebook, aproveite que essas opções ainda são gratuitas! :)

 Obrigado pela visita e até o próximo tutorial!

Referências:



Sandro de Castro

Sandro de Castro

Um cara apaixonado por Linux e tecnologia! Sandro é satentusiasta e fundador/mantenedor do Blog Opção Linux, está sempre à procura por novos conhecimentos a fim de ajudar os iniciantes no Linux, desde a instalação das principais distribuições quanto ao uso no dia a dia.




  Olá! Seu comentário é muito importante para nós, portanto, fique à vontade para expressar a sua opinião sobre o post acima em um dos sistemas de comentários disponíveis (Disqus, Blogger/Google ou Facebook). Mas antes de escrever algo, fique atento:

  • É permitido colocar links nos comentários, mas eles serão moderados antes da publicação;
  • A prática de SPAM é proibida. Comentários feitos apenas com a intenção de divulgar um site ou blog serão excluídos;
  • Seja educado! Não é permitido o uso de linguagem imprópria e/ou ofensiva;
  • Evite escrever todo o seu TEXTO EM CAIXA ALTA;
  • Caso queira falar sobre outro assunto (que não tenha relação com esse post), poderá entrar em contato diretamente conosco!

Postar um comentário:

0 Comentários: